Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 82 Número 5




Voltar ao sumário

 

Caso Clínico

Alopecia frontal fibrosante: relato de seis casos

Frontal fibrosing alopecia: report of six cases


FABIANE MULINARI-BRENNER1, FERNANDA MANFRON ROSAS2, LAERTES NIGRO3, BETINA WERNER4

1Professor assistente em dermatologia da Universidade Federal do Paraná. Mestre em medicina interna pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) – Curitiba (PR), Brasil.
2Residente em dermatologia do Hospital de Clínicas de Curitiba – Curitiba (PR), Brasil.
3Médico Especializando do Serviço de Dermatologia da Universidade Federal do Paraná (UFPR) – Curitiba (PR), Brasil.
4Patologista, mestre em clínica cirúrgica pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), doutora em pediatria pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) – Curitiba (PR), Brasil.

Recebido em 04.10.2004. Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 09.08.2007. * Trabalho realizado no Serviço de Dermatologia do Hospital de Clínicas – Universidade Federal do Paraná (UFPR), Curitiba (PR), Brasil. Conflito de interesse: Nenhum / Conflict of interest: None Suporte financeiro: Nenhum / Financial funding: None Como citar este artigo / How to cite this article: Mulinari-Brenner F, Rosas FM, Sato MS, Werner B. Alopecia frontal fibrosante: relato de seis casos. An Bras Dermatol. 2007;82(5):439-44.

Correspondência:
Fabiane Mulinari Brenner Rua Chichorro Júnior, 144 – apto. 131, Cabral 80035 040 - Curitiba - PR Tel.: (41) 3352-3293 "E-mail":fmbrenner@ufpr.br

 

Resumo

Alopecia frontal fibrosante é forma progressiva de alopecia cicatricial. Os casos iniciais foram relatados a partir 1994, na Austrália, em pacientes do sexo feminino pós-menopausa. Desde então inúmeros casos foram descritos na literatura sugerindo que ela é mais prevalente do que inicialmente se supunha. Seu curso progressivo se assemelha ao da alopecia androgenética; histologicamente, entretanto, o infiltrado liquenóide é evidente. O artigo relata seis casos brasileiros e discute a alopecia frontal fibrosante dentro do grupo das alopecias cicatriciais, como variante do líquen plano pilar.

Palavras-chave: ALOPECIA, ATROFIA, CABELO, LÍQUEN PLANO, MENOPAUSA

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações