Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

38

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

38

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 62 Número 4




Voltar ao sumário

 

Comunicação

Paracoccidioidomicose residente ao ketoconazol

PARACOCCIDIOIDOMYCOSIS RESISTANT TO KETOCONAZOLE - REPORT OF THREE CASES


LUIZ CARLOS CUCÉ1, WALTER BELDA JÚNIOR2, VALÉRIA MARCONDES DE OLIVEIRA3

1Professor Assistente do Departamento de Dermatologia do Hospital das Clínicas da FMUSP
2Auxiliar de Ensino do Departamento de Dermatologia do Hospital das Clinicas da FMUSP
3Residente de 2º ano do Departamento de Dermatologia do Hospital das Clínicas da FMUSP

Trabalho realizado no Departamento de Dermatologia do Hoispital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (Serviço do Prof. Dr. Sebastião A.P. Sampaio)

Correspondência:
Walter Belda Jr. Rua Guaraná, 150, ap. 54 01425 - São Paulo - SP

 

Resumo

Os autores apresentam três casos de paracoccidioidomicose, um com a forma tegumentar e dois com a forma linfático-ganglionarque, no decurso do tratamento com ketoconazol ficaram resistentes a esta droga. O caso da forma tegumentar evoluiu para óbito, pois tornou-se também resistente à anfotericina B porém os outros dois cicatrizaram suas lesões com a anfotericina B.

Palavras-chave: KETOCONAZOL, RESISTÊNCIA NA BLASTOMICOSE

© 2018 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações