Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

9

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

9

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 82 Número 6




Voltar ao sumário

 

Caso Clínico

Reação reversa atípica em paciente com hanseníase dimorfa co-infectado pelo HIV

Atypical reversal reaction in a borderline leprosy patient co-infected with HIV


RAFAELA DE LIMA CARUSO1, RENATA MARTINS FERNANDES1, MÁRCIO SOARES SERRA2, RICARDO BARBOSA LIMA3, CARLOS JOSÉ MARTINS4

1Médica pós-graduanda do Serviço de Dermatologia do Hospital Universitário Gaffrée e Guinle da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) – Rio de Janeiro (RJ), Brasil.
2Professor substituto do Serviço de Dermatologia do Hospital Universitário Gaffrée e Guinle da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) – Rio de Janeiro (RJ), Brasil.
3Professor adjunto do Serviço de Dermatologia do Hospital Universitário Gaffrée e Guinle da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) – Rio de Janeiro (RJ), Brasil.
4Professor adjunto e responsável pelo Serviço de Dermatologia do Hospital Universitário Gaffrée e Guinle da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) – Rio de Janeiro (RJ), Brasil.

Recebido em 14.11.2006. Aprovado pelo Conselho Editorial e aceito para publicação em 14.11.2007. * Trabalho realizado no Ambulatório do Departamento de Dermatologia na Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) – Rio de Janeiro (RJ), Brasil. Conflito de interesse: Nenhum / Conflict of interest: None Suporte financeiro: Nenhum / Financial funding: None citar este artigo/How to cite this article: Caruso RL, Fernandes RM, Serra MS, Lima RB, Martins CJ. Reação reversa atípica em paciente com hanseníase dimorfa co-infectado pelo HIV. An Bras Dermatol. 2007;82(6):553-7.

Correspondência:
Rafaela de Lima Caruso Rua: Xavier da Silveira, 55/601, Copacabana. 22061 010 - Rio de Janeiro – RJ Tel.: (21) 2523-8836 "E-mail":rafaelacaruso@yahoo.com.br

 

Resumo

A infecção pelo HIV não altera a história natural da hanseníase. Observa-se maior incidência de estados reacionais nos pacientes co-infectados, além de casos mais graves de neurite. Paciente soropositiva com hanseníase dimorfa tuberculóide manifestou reação reversa exuberante. Lesões cutâneas atípicas e raras surgiram após a introdução da terapia anti-retroviral que promoveu o início da recuperação imunológica com aumento de linfócitos T CD4+ e queda da carga viral. A restauração da imunidade celular nos pacientes soropositivos pode precipitar reações reversas, descritas recentemente como uma das manifestações da síndrome inflamatória de reconstituição imunológica associada à hanseníase.

Palavras-chave: IMUNIDADE CELULAR, HIV, HANSENÍASE DIMORFA, TERAPIA ANTI-RETROVIRAL DE ALTA ATIVIDADE

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações