Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

35

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

35

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 53 Número 1




Voltar ao sumário

 

Artigos originais

Dermatite de Duhring-Brocq e Síndrome de Má Absorção


LÍGIA BEATRIZ P. POLA1, ISABEL CRISTINA ALVES BRASIL1, HELOÍSA HELENA TEIXEIRA2, ELI BALASSIANO3, R. D. AZULAY4, LEO PINTO CAVALHARES5

1Aluna do Curso e residentes do HC-UERJ.
2Interna de Dermatologia do HC-UERJ.
3Auxiliar de ensino do Serviço de Dermatologia do Prof. R. D. Azulay do HC-UERJ.
4Titular da Cadeira de Dermatologia do HC-UERJ.
5Chefe da Seção de Gastroenterologia do Dep. de Medicina.

Trabalho realizado no Curso de Especialização em Dermatologia (Orientação: Prof. R.D. Azulay) da Faculdade de Ciências Médicas da UERJ.

Correspondência:
R.D. Azulay Av. Atlântica, 3130/701 Copacabana - Rio - RJ

 

Resumo

Foram estudados 10 pacientes cujas lesões cutâneas apresentam aspecto morfológico, localização e evolução típicos de dermatite herpetifomle. Lesões de mucosa oral foram observadas em 50% dos pacientes. Os pacientes em estudo não apresentavam sintomatologia intestinal. Foram realizados exames para avaliação de possível enteropatia, evidenciando alterações nas provas relacionadas com absorção: D-xilose: diminuída em 3 dos 6 pacientes pesquisados; Gordura fecal, diminuída em 2 dos 3 pacientes pesquisados; Beta-caroteno: diminuído em 1 de 4 pacientes pesquisados. A terapêutica instituída foi basicamente sulfa e dieta sem glúten havendo associação de corticóide em 30% dos casos que não responderam bem a outra medicação. Observou-se regressão completa do quadro clinico. Em 30% dos pacientes houve recidiva do quadro após alta hospitalar, com suspensão da dieta sem glúten.

© 2020 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações