Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

3

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

3

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 58 Número 2




Voltar ao sumário

 

Comunicação

Linfogranuloma venéreo - Esudo de casos e tese de Frei

LYMPHOGRANULOMA VENEREUM- CASE STUDYAND FREI’S INTRADERMAL TEST


ADENIR DE A. FIGUEIREDO1

1Professor-Assistente de Dermatologia da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Síntese da dissertação apresentada para obtenção do título de mestre em Dermatologia na Faculdade de Medicina da UFF e realizada no Hospital de Clínicas da UFRJ sob a orientação do Prof. R. D. Azulay

Correspondência:
Ademir de A. Figueiredo Faculdade de Ciência Médicas da UERJ Hospital Pedro Ernesto Av. Vinte e Oito de Setembro 20551 - Rio - RJ

 

Resumo

Foi realizado teste de Frei em 55 pacientes distribuídos em três grupos: portadores de linfogranulorna venéreo, pacientes com outras doenças sexualmente transmitidas e grupo controle. A reação de Frei foi interpretada de acordo com á condição epidemiológica de cada grupo. O objetivo principal do trabalho é estimar a incidência da infecção subclínica no grupo de pacientes com outras doenças sexualmente transmitidas, somando-se observações de linfogranuloma venéreo.

Palavras-chave: DOENÇA DE NICOLAS-FAVRE; INTRADERMORREAÇÃO DE FREI: LINFOGRANULOMA INGUINAL; LINFOGRANULOMA VENÉREO, PREVENÇÃO E CONTROLE; TESTES CUTÂNEOS, TESTES CUTÂNEOS, DOENÇA DE NICOLAS-FAVRE, INTRADERMORREAÇÃO DE FREI: LINFOGRANULOMA INGUINAL, LINFOGRANULOMA VENÉREO, PREVENÇÃO E CONTROLE

© 2019 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações