Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

9

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

9

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 78 Número 2




Voltar ao sumário

 

Caso Clínico

Pitiríase rósea purpúrica: relato de caso e revisão da literatura

Purpuric pityriasis rosea: case report and literature review


SERGIO GABRIEL CARBIA1, MYRIAM CHAIN2, IGNACIO DEI-CAS2, ADRIÁN HOCHMAN3, CÉSAR LAGODÍN3, ALBERTO DEVÉS4, ALBERTO WOSCOFF5

1Residente-chefe
2Residente.
3Dermatologista.
4Dermopatologista. Divisão de Patologia.
5Professor titular consultor.

Recebido em 03.01.2001. Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 14.08.2002. Trabalho realizado na Cátedra de Dermatologia. Hospital de Clínicas José de San Martín. Escola de medicina. Universidade de Buenos Aires, Buenos Aires, A rgentina.

Correspondência:
Sergio Gabriel Carbia Aráoz 1083 2ºA Buenos Aires (1414) Argentina Tel/Fax: (541) 4777-6537 "E-mail":scarbia@intramed.net.ar

 

Resumo

A pitiríase rósea purpúrica constitui doença rara e 10 casos foram publicados na Europa e EUA. O quadro clínico cutâneo é a forma hemorrágica ou purpúrica com variável descamação marginal. Relata-se o caso de um homem de 25 anos de idade com lesões na região escapular. A revisão da literatura enfatiza o diagnóstico diferencial das lesões purpúricas. Segundo Lilacs e Medline, não foram relatados casos na literatura latino-americana.

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações