Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 58 Número 5




Voltar ao sumário

 

Comunicação

PYODERMA GANGRENOSUM: ASPECTOS TERAPÊUTICOS

Pioderma gangrenoso: enfoque terapéutico


J. C. GATTI1, J. E. CARDAMA2, L. M. OLIVARES3, G. E. A. PIZZARIELLO4

1Jefe de Unidad Dermatología, Hosp. F.J. Muñiz (Buenos Aires - Argentina)
2Jefe División Medicina, Hosp. F.J. Muñiz (Buenos Aires - Argentina)
3Médica concurrente, Hosp. F.J. Muñiz (Buenos Aires - Argentina)
4Médica agragada, Hosp. F.J. Muñiz (Buenos Aires - Argentina)

Correspondência:
J. C. Gatti Virrey del Pino, 2689 - 5º piso 1426 - Buenos Aires - Argentina.

 

Resumo

Os autoress apresentam cinco pacientes com pyoderma gangrenosum. Destacam as caracteristicas clínicas e o tratamento instituido em cada caso. Farem ainda um levantamento bibliográfico das diferentes medidas terapêuticas propostas. Baseados nos resultados obtidos, os autores assinalam a ineistência de uma terapêutica específica de eleição, embora os melhores resultados obtidos tenham sido com a associação de 40-60 mg/dia de prednisona associada a 100 mg diários de clofazimina

Palavras-chave: PYODERMA GENGRENOSUM

© 2018 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações