Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

8

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

8

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 83 Número 1




Voltar ao sumário

 

Síndrome em Questão

Você conhece esta síndrome?

Do you know this syndrome?


THAIS HELENA PROENÇA DE FREITAS1, ANITA ROTTER2, HELENA MULLER3, NILZA MARIA SCALISSI4

1Chefe da Clínica de Dermatologia da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo. Professora-assistente do Departamento de Clínica Médica da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo – São Paulo (SP), Brasil.
2Residente de Dermatologia da Clínica de Dermatologia da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo – São Paulo (SP), Brasil.
3Chefe de Clínica. Adjunto do Serviço de Anatomia Patológica da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo. Professora-associada do Departamento de Ciências Patológicas da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo – São Paulo (SP), Brasil
4Médica assistente da Clínica de Endocrinologia da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo. Professora-assistente do Departamento de Clínica Médica da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo – São Paulo (SP), Brasil.

Recebido em 20.12.2007. Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 09.01.2008. * Trabalho realizado na Clínica de Dermatologia da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo – São Paulo (SP), Brasil. Conflito de interesse: Nenhum / Conflict of interest: None Suporte financeiro: Nenhum / Financial funding: None Como citar este artigo / How to cite this article: Proença de Freitas TH, Rotter A, Scalissi NM, Muller H. Você conhece esta síndrome? Osteodistrofia hereditária de Albright. An Bras Dermatol. 2008;83(1):87-9.

Correspondência:
Thais Helena Proença de Freitas Rua Morás, 782 apto 62 05434 020 São Paulo - SP Tel./Fax: (11) 3817-5011 (11) 3032-7573 "E-mail":thais_proenca@hotmail.com

 

Resumo

A osteodistrofia hereditária de Albright é caracterizada por calcificações cutâneas, obesidade, baixa estatura, braquidactilia associada ao pseudo-hipoparatireoidismo do tipo IA entre outras alterações hormonais como hipotireoidismo e hipogonadismo. O diagnóstico é baseado no quadro clínico associado aos achados de hipocalcemia e níveis elevados de hormônio da paratireóide. Os autores relatam caso em que a avaliação dermatológica foi de grande contribuição para o diagnóstico.

Palavras-chave: PSEUDO-HIPOPARATIREOIDISMO, HIPOCALCEMIA, CALCIFICAÇÃO FISIOLÓGICA

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações