Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

7

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

7

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 27 Número 2




Voltar ao sumário

 

Trabalhos originais

Dois casos de eczema profissional em pedreiros


R. D. AZULAY1, CANDIDO SILVA2, ADOLPHO VIVAS3

1Docente-livre e Assistente de Clínica Dérmato-Sifilográfica nas Faculdades Fluminense de Medicina e Nacional de Medicina, Universidade do Brasil
2Assistente da Clínica Dermatológica e Sifilográfica da Faculdade Nacional de Medicina, da Universidade do Brasil.
3Interno da Clínica Dermatológica e Sifilográfica da Faculdade Nacional de Medicina, da Universidade do Brasil.

Correspondência:
Caixa Postal, 389 Rio de Janeiro

 

Resumo

Os A.A. observaram dois casos de eczema profissional devido ao cimento; o teste do bicromato de K a 0,5 % foi positivo em ambos e negativo em 6 indivíduos que serviram como contrõle. A histopatologia, feita em um dos testes, revelou alterações de eczema. Observaram ainda uma discreta eosinofilia (4 % em um e 8 % em outro). Esses dois casos confirmaram os trabalhos de Pirilã e Kilpiõ e de Jaeger e Pelloni, que esclareceram a patogenia do eczema profissional dos trabalhadores com cimento, pondo em evidência o mecanismo alérgico desempenhado pelo cromo existente no cimento, como uma de suas impurezas.

© 2020 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações