Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

9

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso tenha esquecido sua senha, solicite-nos.

Login como assinante

9

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 26 Número 3




Voltar ao sumário

 

Trabalhos originais

Dermatite produzida por extrato de folhas de figueira (Ficus Carica)


TANCREDO ALVES FURTADO

Trabalho apresentado na reunião de 14 de Julho de 1949, da Secção de Minas Gerais da Sociedade Brasileira de Dermatologia e Sifilografia.

Correspondência:
Endereço do autor: Almirante Alexandrino, 97 Belo Horizonte

 

Resumo

A dermatite produzida pelo extrato de folhas de figueira ("Ficus Carica"), usado em nosso meio como artigo de toucador, para enegrecer os cabelos e dar-lhes brilho, e como loção contra a caspa, caracteriza-se por máculas hipercrômicas de cor bronzeada e de configuração variada, obedecendo a extensão do contacto entre o agente e a superfície cutânea. A pigmentação desaparece em cerca de três meses. O mecanismo etionatogênico parece ser o da foto-sensibilização, pois o teste de contacto realizado em parte coberta, não exposta à ação direta dos raios solares, foi negativo na própria doente que apresentava a dermatite. Foi reproduzida experimentalmente a dermatite, após a exposição ao sol durante trinta minutos.

© 2020 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações