Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

25

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

25

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 25 Número 3




Voltar ao sumário

 

Artigos originais

Epidermicose causada pela Associação de dois Dermatófitos


A. PADILHA GONÇALVES1

1Assistente da Cadeira de Clínica Dermatológica e Sifilográfica da Escola de Medicina e Cirurgia (Prof. Ramos e Silva) - Policlínica Geral do Rio de Janeiro

Trabalho apresentado na sessão de 28 de junho de 1950 da Sociedade Brasileira de Dermatologia e Sifilografia - Rio de Janeiro.

Correspondência:
Endereço do autor: Av. Ataulfo de Paiva 1.103 Rio

 

Resumo

É relatado um caso de epidermomicose produzida por Thichophyton purpureum e Thichophyton niveum. O paciente era portador de lesões eritêmato-escamosas, difusas e mal delimitadas, nas pernas, e de onimicose. Das lesões cutâneas foram isoladas as duas espécies de cogumelos citadas. Das unhas não foi possível obter culturas, embora o exame direto revelasse a presença de fungos. As manifestações cutâneas curavam com relativa facilidade sob o tratamento instituído. De vez que as epidermomicoses produzidas pelo T. purpureum são quase sempre rebeldes à terapêutica, é possível que o T. niveum tenha neste paciente exercido uma ação imunobiológica favorável a cura. Hipótese semelhante já foi aventada por Muskatblit para lesões produzidas pela associação do T. purpureum e T. interdigitale. É possível ainda que a morfologia peculiar das lesões do paciente relatado (limites impreciosos-aspecto eczematoso) tenha decorrido de circunstâncias análogas.

© 2019 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações