Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 78 Número 4




Voltar ao sumário

 

Investigação

Estudo retrospectivo de 288 lipoaspirações realizadas no serviço de dermatologia do Hospital do Servidor Público Municipal de São Paulo

Retrospective study of 288 liposuctions carried out at the dermatology service of the "Hospital do Servidor Publico Municipal de São Paulo"


YASSUNOBU UTIYAMA1, NILTON DI CHIACCHIO1, VANIA MARTA FIGUEIREDO YOKOMIZO2, TANIA MARIA HENNEBERG BENEMOND2, URSULA METELMANN NERI3

1Médico Assistente da Clínica de Dermatologia do Hospital do Servidor Público Municipal de São Paulo.
2Médicas voluntárias da Clínica de Dermatologia do Hospital do Servidor Público Municipal de São Paulo.
3Médica residente da Clínica de Dermatologia do Hospital do Servidor Público Municipal de São Paulo.

Recebido em 05.08.2002. Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 14.05.2003. Trabalho realizado no Serviço de Dermatologia do Hospital do Servidor Público Municipal de São Paulo.

Correspondência:
Nilton Di Chiacchio Rua Dr. Cesar, 62 - cj. 12 São Paulo SP 02030-000 Tel.: (11) 6979-8931

 

Resumo

*Fundamentos:* A lipoaspiração ou lipossucção consiste na remoção cirúrgica de gordura subcutânea. Inicialmente foram realizadas pelo método "seco", sem nenhuma infiltração local de solução anestésica com sérias complicações pós-operatórias. Após a introdução da técnica "tumescente" com a utilização da solução de Klein tornou-se possível realizar cirurgias de lipoaspiração de forma segura. *Objetivo:* Analisar as cirurgias de lipoaspiração pela técnica tumescente quanto a sexo, idade, localização, volume aspirado, quantidade de gordura retirada, volume de solução anestésica de Klein utilizado e possíveis complicações. *Material e Métodos:* Trata-se de estudo retrospectivo, desenvolvido no período de 1994 a 2000, de 288 cirurgias de lipoaspiração realizadas em 266 pacientes, no ambulatório na Clínica de Dermatologia do Hospital do Servidor Público Municipal de São Paulo. *Resultados:* Houve nítido predomínio do sexo feminino em relação ao sexo masculino, sendo a faixa etária mais freqüente a de 30-50 anos de idade. As regiões mais freqüentemente lipoaspiradas foram: abdômen, região trocantérica e flancos. A quantidade de gordura aspirada e o volume da solução de Klein injetado variaram conforme a região operada. Não foram observadas complicações no trans e pós-operatório. *Conclusão:* A cirurgia é segura, podendo ser realizada em ambulatório. A solução de Klein permite realizar a cirurgia com anestesia local oferecendo suficiente analgesia intra e pós-operatória, com rápida recuperação. Quando a lipoaspiração é realizada com anestesia tumescente, obedecendo a uma seleção criteriosa dos pacientes, os riscos cirúrgicos são extremamente raros.

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações