Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 71 Número 3




Voltar ao sumário

 

Caso Clínico

Envolvimento ganglionar na hanseníase virchowiana: a propósito de um caso de reação hansênica simulando linfogranuloma venéreo

Lymphnode involvement in lepromatous leprosy: considerations on a case of leprotic reaction simulating lymphogranuloma venereum


JOSÉ AUGUSTO DA COSTA NERY1, OMAR LUPI DA ROSA SANTOS2, MARIA EUGENIA NOVISKI GALLO3

1Mestre em Dermatologia, Universidade Federal Fluminense - UFF, Médico Assistente, Ambulatório Souza Araújo.
2Doutorando em Dermatologia, Faculdade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ, Professor Auxiliar de Dermatologia, Universidade Gama Filho - UGF.
3Pesquisadora Titular - Fiocruz

Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em04.01.96. *Trabalho realizado no laboratório de Hanseníase do Ambulatório Souza Araújo e no Instituto Oswaldo Cruz - Fiocruz.

Correspondência:
José Augusto da Costa Nery Laboratório de Hanseníase - Fiocruz Av. Brasil 4365 Rio de Janeiro RJ 20541-340

 

Resumo

A apresentação clínica da hanseníase e sua exteriorização reacional foge, muitas vezes, do padrão habitual, fazendo com que profissionais da área de saúde confundam o diagnóstico. Os autores apresentam um caso de hanseníase que se manifestou em seu período reacional com acometimento ganglionar extenso, induzindo ao diagnóstico diferencial com o linfogranuloma venéreo. A análise histopatológica do gânglio inguinal demonstrou grande quantidade de bacilos álcool-ácido resistentes. Após a introdução da talidomida, na dose de 300mg/dia, da hanseníase.

Palavras-chave: HANSENÍASE LEPROMATOSA, HANSENÍASE

© 2018 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações