Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

31

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso tenha esquecido sua senha, solicite-nos.

Login como assinante

31

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 20 Número 2




Voltar ao sumário

 

Artigos originais

Trichophiton Album (Sabouraud, 1909)


DR. NICOLAU ROSSETTI1

1Prof. Catedrático da Escola Paulista de Medicina Biologista-chefe do Instituto Adolfo Lutz

 

Resumo

Descreve o autor, pormenorizadamente, o caso de um menino com lesões do couro cabeludo, o que é raro, e da pele glabra devidas ao T, album (Sabouraud, 1909) . O exame microscópico dos cabelos parasitados revelou tratar-se de Megasporo. As culturas em meio açucarado de Sabouraud não puderam ser obtidas no começo, enquanto conservados os tubos em temperatura ambiente. Mais tarde, quando colocados em estufa à temperatura de 28º C., começaram as colônias a aparecer, mostrando, aos poucos, as caraterísticas do T. (faviforme) album. Aproveitou-se o autor da oportunidade para a verificação do comportamento desse fungo nos chamados meios a base de estafilococos, como anteriormente o fizera Baudet. Viu nesses meios as culturas prosperarem bem, mesmo em temperatura ambiente; tornarem-se viçosas, não mais glabras mas penugentas e, microscopicamente, não serem mais formadas só de filamentos estéreis, como ocorria nos meios açucarados, mas apresentarem abundantes órgãos de frutificação. Em outras palavras, o T. (faviforme) album semeado em meio mais favorável como certamente o é para ele, o meio a base de estafilococo, perde seu caráter faviforme. Tem razão Baudet sugerir a exclusão do termo faviforme na designação acima. O A. experimentou, também, no mesmo meio a base de estafilococos outro cogumelo de cultura glabra - O. T. violaceum - não conseguindo, porém, modificações no macro e microscópico desse fungo.

© 2020 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações