Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

35

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

35

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 18 Número 2




Voltar ao sumário

 

Editorial

Doença de Nicolas-favre-durand


DR. RUBEM D. AZULAY1

1Assistente de Dermatologia e Sifilografia da Fac. Flum. de Medicina (Catedrático: Prof. Parreiras Horta). Assistente do Laboratório Central de Saúde Pública do Estado do Rio.

Trabalho apresentado, em 1941, à Sociedade de Medicina e Cirurgia de Niterói e laureado com a medalha de ouro Antônio Pedro, de 1941, e, em 1942, à Sociedade Brasileira de Dermatologia e Sifilografia, na sessão de 28. X .1942.

 

Resumo

Nosso trabalho é composto de 2 partes. Na l.ª, apresentamos 6 observações clínicas e fazemos uma explanação geral sôbre a doença de NICOLAS-FAVRE-DURAND. A 2.ª parte é a concernente à experimentação. Fizemos inoculações com pus 1/5 em cobaios, pelas seguintes vias: subcutânea, peritoneal, testicular e intracraneana; e, em ratos, pelas seguintes vias: subdural e peritoneal. Fizemos ainda inoculação em cobaio com líquor de doente linfogranulomatoso, por via subdural. Das inoculações feitas conseguimos uma meningoencefalite específica em um cobaio inoculado por via intracraneana. Com o cérebro dêsse cobaio fizemos antígeno de FREI que funcionou bem. Por ser a primeira vez que se consegue isso no Brasil, é que trazemos êste trabalho a esta Sociedade, com o fim de assim colaborarmos para o seu engrandecimento.

© 2020 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações