Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 78 Número 6




Voltar ao sumário

 

Investigação

Avaliação do conhecimento quanto a prevenção do câncer da pele e sua relação com exposição solar em freqüentadores de academia de ginástica, em Recife

Evaluation about knowledge of skin cancer prevention and its relation with sun exposure among gym members in the city of Recife


CLARISSA DA HORA1, CONCEIÇÃO VIRGÍNIA COSTA BATISTA2, PATRICIA DE BARROS GUIMARÃES2, ROBERTA CARDOSO DE SIQUEIRA3, SARITA MARTINS4

1Médica.
2Médicas Especialistas em Dermatologia.
3Médica Dermatologista.
4Médica Especialista em Dermatologia, Mestra em Dermatologia.

Recebido em 28.06.2002. Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 08.07.2003. Trabalho realizado no Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco.

Correspondência:
Patricia de Barros Guimarães Rua da Harmonia 430 / 804 Casa Amarela Recife 52051-390 Tel/Fax: (81) 3441-5792 "E-mail":patriciagui@ig.com.br

 

Resumo

*Fundamentos:* O câncer da pele tem aumentado sua prevalência mundial. É importante saber o nível de conhecimento da população recifense. *Objetivos:* Diante da carência de dados estatísticos referentes ao conhecimento e prevenção relativos à exposição solar e seus danos, sendo o principal o câncer da pele; conduziu-se um estudo epidemiológico nas principais academias de ginástica da cidade de Recife, PE. O estudo teve como objetivo avaliar o conhecimento dos freqüentadores das academias de ginástica daquela cidade sobre a prevenção e conhecimento relativo ao câncer da pele. *Métodos:* Foram aplicados 500 questionários com 22 itens referentes à caracterização individual por meio de dados como idade, sexo, renda familiar, grau de instrução, hábitos relativos à exposição solar. Para análise estatística foi aplicado o teste Qui- quadrado de Pearson. As freqüências das respostas foram agrupadas em gráficos e tabelas que permitiram discutir os resultados e compará-los com a literatura. *Resultados:* Verificou-se o predomínio do sexo feminino e da faixa etária abaixo dos 40 anos na amostra. A cor branca prevaleceu em relação à negra. A renda familiar modal ficou acima dos 10 salários mínimos. *Conclusão:* A maioria dos indivíduos conhece os riscos e danos relacionados à exposição solar, assim como também os meios de proteção. Porém os entrevistados expunham-se a esses riscos valendo-se de variadas medidas de proteção.

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações