Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

9

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

9

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 83 Número 6




Voltar ao sumário

 

Investigação

Acne vulgar e bem-estar em acadêmicos de medicina *

Acne vulgaris and well-being in medical students *


Jonas Ribas1, Cláudia Marina P. B. Oliveira2

1Professor auxiliar mestre em Patologia Tropical do Curso de Medicina e chefe da Residência Médica em Dermatologia da Universidade Federal do Amazonas – Amazonas (AM), Brasil.
2Acadêmica do Curso de Medicina da Universidade Federal do Amazonas – Amazonas (AM), Brasil.

Recebido em 10.07.2008. Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 02.11.2008. * Trabalho realizado na Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) – Amazonas (AM), Brasil. Conflito de interesse: Nenhum / Conflict of interest: None Suporte financeiro / Financial funding: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) por intermédio do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica da Universidade Federal do Amazonas (Pibic/Ufam 2007/2008). Como citar este artigo: Ribas J, Oliveira CMPB, Ribeiro JCS. Acne vulgar e bem-estar em acadêmicos de medicina. An Bras Dermatol. 2008;83(6):520-5.

Correspondência:
Jonas Ribas Rua 24 de maio, 220 – Centro 69010 080 - Manaus - AM Tel./Fax: (92) 32345019 E-mail: ribas@internext.com.br

 

Resumo

FUNDAMENTOS - Observa-se comorbidade psiquiátrica em 40% dos pacientes dermatológicos adultos, sendo a acne vulgar de interesse da psicodermatologia por ter entre suas complicações seqüelas psicossociais. OBJETIVOS - Estabelecer a relação entre acne e o status de bem-estar. MÉTODOS - Estudo de caso-controle com dados coletados a partir do Índice de Bem-Estar da Organização Mundial da Saúde, por meio de entrevistas com dois grupos de 50 acadêmicos de medicina, sendo um com acne e outro sem acne. RESULTADOS - Foi verificado que 26% dos acadêmicos do grupo de casos e 24% do grupo controle apresentaram de 0 a 4 pontos em pelo menos um dos itens questionados. CONCLUSÕES - Apesar de a maioria dos pacientes apresentar atitudes e sentimentos desencadeados pela acne, não se demonstrou associação estatisticamente significativa entre essa dermatose e baixo nível de bem-estar.

Palavras-chave: ACNE VULGAR

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações