Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

9

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

9

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 84 Número 2




Voltar ao sumário

 

Caso Clínico

Associação de urticária de contato e dermatite alérgica de contato à borracha *

Association of contact urticaria and allergic contact dermatitis to rubber


Ohalis Luanda Fernadez1, Juliana Macedo Canosa1, Rosana Lazzarini2, Ida Duarte3

1Dermatologista formada pela Faculdade de Medicina da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo – São Paulo (SP), Brasil.
2Médica assistente do Setor de Alergia e Fototerapia da Clínica de Dermatologia da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo – São Paulo (SP), Brasil.
3Médica, primeira assistente e responsável pelo Setor de Alergia e Fototerapia da Clínica de Dermatologia da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo – São Paulo (SP), Brasil.

Recebido em 14.12.2006. Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 19.12.08. * Trabalho realizado no Ambulatório de Dermatologia do Hospital da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo – São Paulo (SP), Brasil. Conflito de interesse: Nenhum Suporte financeiro: Nenhum Como citar este artigo: Fernandez O, Canosa JM, Lazzarini R, Duarte I. Associação de urticária de contato e dermatite alérgica de contato com borracha. An Bras Dermatol. 2009;84(2):177-9.

Correspondência:
Ohalis Luanda Fernadez Rua Dr Chibata Miyakoshi, 350 ap 252, Panamby 05705 170 - São Paulo SP Tel./fax: (11) 91906375 e-mail: ohalis@hotmail.com

 

Resumo

Apresenta-se o caso de uma profissional da área da saúde que desenvolveu reação de hipersensibilidade dos tipos I e IV à borracha. O quadro clínico mostrava dermatite eczematosa no dorso das mãos. O teste de contato foi positivo para o grupo tiuram, assim como o teste aberto com fragmento de luva após exposição de 20 minutos. A dosagem de IgE sérica (Rast) mostrou-se relevante. As reações aos alérgenos da borracha são frequentes entre os profissionais da saúde, devido ao contato constante com esse material.

Palavras-chave: BORRACHA, DERMATITE DE CONTATO, DERMATITE OCUPACIONAL, HIPERSENSIBILIDADE AO LÁTEX, LÁTEX, LUVAS CIRÚRGICAS, URTICÁRIA

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações