Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

6

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

6

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 84 Número 3




Voltar ao sumário

 

Investigação

Estimativa do custo do tratamento de câncer de pele tipo melanoma no Estado de São Paulo – Brasil *

An estimate of the cost of treating melanoma disease in the state of Sao Paulo – Brazil


Reynaldo José Sant’Anna Pereira de Souza1, Adriana Prest Mattedi2, Marcelo Lacerda Rezende3, Marcelo de Paula Corrêa4, Etiene Marques Duarte5

1Mestre. Fundação SobecCan – Hospital do Câncer de Ribeirão Preto (SP), Hospital do Câncer de Franca – Franca (SP), Brasil.
2Mestre e doutora. Departamento de Matemática e Ciências da Computação do Instituto de Ciências Exatas (DMC/ICE), Universidade Federal de Itajubá (Unifei) - Itajubá (MG), Brasil.
3Mestre e doutor. Departamento de Ciências Exatas (DCE) – Universidade Federal de Alfenas – Alfenas (MG), Brasil.
4Mestre e doutor. Instituto de Recursos Naturais (IRN), Universidade Federal de Itajubá (Unifei) – Itajubá (MG), Brasil.
5Graduanda em Administração de Empresas – Universidade Federal de Itajubá (Unifei) – Itajubá (MG), Brasil.

Recebido em 12.09.2008. Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 12.09.08. * Trabalho realizado na Fundação SobecCan – Hospital do Câncer de Ribeirão Preto – Ribeirão Preto (SP) e Universidade Federal de Itajubá (Unifei) – Itajubá (MG), Brasil. Conflito de interesse: Nenhum Suporte financeiro: Nenhum Como citar este artigo: Souza RJSP, Mattedi AP, Rezende ML, Corrêa MP, Duarte EM. Estimativa do custo do tratamento de câncer de pele tipo melanoma no Estado de São Paulo – Brasil. An Bras Dermatol. 2009;84(3):237-43.

Correspondência:
Reynaldo José Sant’Anna P. Souza Hospital do Câncer de Franca Av. Presidente Vargas, 2953. Jardim Petráglia 14409 055 Franca SP Tel./Fax: 55 16 3712-3070 / 55 16 3712-3065. E-mail: reynaldojsantanna@gmail.com / reynaldo@solamigo.org.

 

Resumo

FUNDAMENTOS: O impacto econômico do diagnóstico e do tratamento do melanoma cutâneo não tem sido analisado no Brasil. Uma vez que crescem tanto a incidência do câncer de pele quanto a preocupação com ele, é importante que isto seja avaliado.
OBJETIVO: O objetivo deste trabalho foi estimar o custo direto de diagnosticar e tratar em seus diversos estádios o melanoma cutâneo em número de casos ocorridos no Estado de São Paulo, entre 2000 e 2007.
MÉTODOS: Como modelo de procedimento, foi utilizado o projeto diretriz (Clinical Practice Guidelines in Oncology), editado pelo National Comprehensive Cancer Network (NCCN) e adequado aos procedimentos da Fundação SobecCan – Hospital do Câncer de Ribeirão Preto – SP. Os custos estimados se baseiam nos valores do tratamento médico pagos pelo setor público (Sistema Único de Saúde – SUS) e pelo setor privado (convênios) em 2007. Houve 2.740 casos diagnosticados e estadiados no Estado de São Paulo no período estudado.
RESULTADOS: O custo total de tratamento dos melanomas malignos diagnosticados no estádio inicial, em valores de 2007, foi estimado em R$ 33.012.725,10 para o SUS e R$ 76.133.662,80 para os convênios.Os estádios iniciais 0, I e II da doença compreendem aproximadamente 4,2% (SUS) e 1, 3% (convênios) do custo total; os estádios III e IV consomem 95,8% e 98,7% do custo total, respectivamente.
CONCLUSÃO: Os resultados apresentados reforçam o argumento de que o diagnóstico do melanoma cutâneo em seus estádios iniciais reduz os custos de tratamento, gerando considerável economia tanto para o sistema público de saúde (SUS) quanto para o sistema privado (convênios).

Palavras-chave: MELANOMA, MELANOMA/ECONOMIA, MELANOMA/TERAPIA, NEOPLASIAS CUTÂNEAS/ECONOMIA, NEOPLASIAS CUTÂNEAS, RAIOS ULTRAVIOLETA

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações