Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

10

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

10

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 84 Número 3




Voltar ao sumário

 

Artigo de revisão

Bases biomoleculares do fotoenvelhecimento *

Molecular basis of photoaging


Suelen Montagner1, Adilson Costa2

1Médica formada pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) – Sorocaba (SP), Brasil. Residente de Clínica Médica do Hospital Municipal Dr. Mário Gatti (HMMG) - Campinas (SP), Brasil.
2Coordenador dos Ambulatórios de Cosmiatria e Acne e do Núcleo de Pesquisa Clínica em Dermatologia da Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUCCAMPINAS) – Campinas (SP), Brasil. Mestre em Dermatologia pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP/EPM) – São Paulo (SP), Brasil.

Aprovado pelo Conselho Editorial e aceito para publicação em 08.12.08. * Trabalho realizado no Serviço de Dermatologia da Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUCCAMPINAS) – Campinas (SP), Brasil. Conflito de interesse: Nenhum Suporte financeiro: Nenhum Como citar este artigo: Montagner S, Costa A. Bases biomoleculares do fotoenvelhecimento. An Bras Dermatol. 2009;84(3):263-9.

Correspondência:
Suelen Montagner Endereço: Rua Maria Monteiro, 477 ap 21 – Cambuí - 13025 150 Campinas - SP Tel./fax: 19 3295-4241 E-mail: suelen_montagner@yahoo.com.br

 

Resumo

Com o aumento da expectativa de vida, o estudo do processo de envelhecimento orgânico tem sido estimulado. O envelhecimento da pele, órgão que espelha os sinais do tempo, é processo de deterioração progressiva, tempo-dependente, e pode ser intensificado pela exposição solar, então designado fotoenvelhecimento. O dano das radiações sobre diversas estruturas celulares e cutâneas leva a alterações morfológicas nesses componentes, fruto de modificações biomoleculares. Muitas pesquisas são desenvolvidas com o intuito de combater ou minimizar os efeitos do fotoenvelhecimento, porém a principal estratégia nesse sentido continua sendo a prevenção, só conseguida pelo progressivo desvendar dos mecanismos fisiopatogênicos envolvidos nesse processo.

Palavras-chave: ENVELHECIMENTO, ENVELHECIMENTO DA PELE, PROTEÍNA SUPRESSORA DE TUMOR P53, RAIOS ULTRAVIOLETA

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações