Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

8

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

8

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 84 Número 4




Voltar ao sumário

 

Investigação

Padrões clínicos de acne em mulheres de diferentes faixas etárias *

Acne in women: Clinical patterns in different age-groups


Juliano Vilaverde Schmitt1, Paula Yoshiko Masuda2, Hélio Amante Miot3

1Dermatologista da Fundação Pró-Hansen – Curitiba (PR), Brasil.
2Médica estagiária da Fundação Pró-Hansen – Curitiba (PR), Brasil.
3Professor-assistente doutor do Departamento de Dermatologia e Radioterapia da Faculdade de Medicina de Botucatu da Universidade Estadual Paulista (Unesp) – Botucatu (SP), Brasil.

Recebido em 16.01.2009. Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 29.05.09. * Trabalho realizado na Fundação Pró-Hansen – Curitiba (PR), Brasil. Conflito de interesse: Nenhum Suporte financeiro: Nenhum Como citar este artigo: Schmitt JV, Masuda PY, Miot HA. Padrões clínicos de acne em mulheres de diferentes faixas etárias. An Bras Dermatol. 2009;84(4):349-54.

Correspondência:
ENDEREÇO PARA CORRESPONDÊNCIA / MAILING ADDRESS: Juliano Vilaverde Schmitt. Rua Fernando Amaro, n° 1.116 – Cristo Rei 80050 020 Curitiba PR Tel./fax: (41) 3024-2757 – 3263-2757. E-mail: julivs@gmail.com

 

Resumo

FUNDAMENTOS: Acne é dermatose comum que acomete ambos os gêneros e todas as faixas etárias. Mulheres apresentam diferentes padrões clínicos da doença, além de frequente persistência da acne após a adolescência.
OBJETIVO: Analisar características clínicas e epidemiológicas associadas às diferentes faixas etárias acometidas por acne feminina.
MÉTODOS: Estudo transversal envolvendo mulheres com diagnóstico de acne, atendidas em ambulatório de dermatologia geral. Variáveis relacionadas à doença e às pacientes foram avaliadas com o emprego de questionário padronizado.
RESULTADOS: Avaliaram-se 103 pacientes, cuja idade média na época da consulta foi 21,7 ± 7,3 anos. Definiram-se dois subgrupos com idade de corte de 21 anos e idades médias de 15,8 ± 2,3 e 28,0 ± 5,1 anos. Houve correlação entre a duração do quadro e a idade das pacientes na consulta (R = 0,7). Observaram-se diferenças entre os grupos nas frequências de uso de contraceptivo oral combinado (OR = 48,1), lesões no colo (OR = 11,6), lesões no dorso (OR = 0,2), predominância na topografia superior da face (OR = 0,1) e idade de início das lesões (OR = 1,8). No grupo de mulheres adultas, 80% relataram início do quadro antes dos 20 anos.
CONCLUSÕES: Identificaram-se padrões clínicos cronológicos e topográficos que caracterizaram a acne feminina em diferentes faixas etárias, alertando para a importância da abordagem diagnóstica e terapêutica individualizada.

Palavras-chave: ACNE VULGAR, DERMATOLOGIA, ESTUDOS TRANSVERSAIS, HIPERANDROGENISMO

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações