Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 84 Número 4




Voltar ao sumário

 

Caso Clínico

Botriomicose cutânea – Relato de caso

Cutaneous botryomycosis – Case report


Weber Soares Coelho1, Lucia Martins Diniz2, João Basílio de Souza Filho3

1Dermatologista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia. Mestrando em Clínica Médica pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (USP) – São Paulo (SP), Brasil.
2Professora titular do Serviço de Residência Médica em Dermatologia da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) – Vitória (ES), Brasil.
3Professor titular do Serviço de Pós-Graduação e Residência Médica em Dermatologia da Santa Casa de Misericórdia de Vitória (EMESCAM) – Vitória (ES), Brasil.

Recebido em 01.02.2007. Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 18.12.08. * Trabalho realizado no Serviço de Pós-Graduação e Residência Médica em Dermatologia da Santa Casa de Misericórdia de Vitória – Escola de Medicina da Santa Casa de Misericórdia de Vitória (EMESCAM) – Vitória (ES), Brasil. Conflito de interesse: Nenhum Suporte financeiro: Nenhum Como citar este artigo: Coelho WS, Diniz LM, Souza Filho JB. Botriomicose cutânea – Relato de caso. An Bras Dermatol. 2009;84(4):396-9.

Correspondência:
Weber Soares Coelho Rua José Saretta, n. 155, bairro Nova Aliança 14026 593 Ribeirão Preto SP Tel./fax: (16) 81 21 38 06 e-mail: dr.webersoares@yahoo.com.br

 

Resumo

Botriomicose é infecção bacteriana crônica, granulomatosa, supurativa, que afeta a pele e os tecidos subcutâneos. Caracteriza-se por lesão cutânea com múltiplas fístulas, que drena secreção purulenta, na qual se encontram grãos branco-amarelados, PAS-positivos. O principal agente etiológico é o Staphylococcus aureus, e outros germes menos frequentes são Pseudomonas aeruginosa, Escherichia coli, isolados ou associados. Os autores relatam um caso da doença, com lesões exuberantes de consistência fibrosa e múltiplos orifícios fistulosos dos quais drenavam grãos branco-amarelados, localizadas na perna direita e provocando aumento de volume do membro, que tiveram resolução com sulfametoxazol- trimetoprim.

Palavras-chave: BACTÉRIAS, GRANULOMA, STAPHYLOCOCCUS AUREUS

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações