Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 81 Número 5




Voltar ao sumário

 

Caso Clínico

Doença de Paget pigmentada do mamilo simulando melanoma cutâneo: importância da imuno-histoquímica na diferenciação dessas doenças

Pigmented Paget’s disease of the nipple mimicking cutaneous melanoma: importance of the immunohistochemical profile to differentiate between these diseases


TATIANA VILLAS BOAS GABBI1, NEUSA YURIKO SAKAI VALENTE2, LUIZ GUILHERME MARTINS CASTRO3

1Médica Preceptora de Dermatologia do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo (HC-FMUSP) - São Paulo (SP), Brasil.
2Médica Pesquisadora do Laboratório de Investigação Médica 53 do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo (HC-FMUSP) - São Paulo (SP), Brasil.
3Médico Supervisor Doutor da Divisão de Dermatologia do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo (HC-FMUSP) - São Paulo (SP), Brasil.

Recebido em 26.03.2004. Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 01.06.2005. Trabalho realizado na Divisão de Dermatologia do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo (HC-FMUSP) - São Paulo (SP), Brasil. Conflito de interesse declarado: Nenhum _Como citar este artigo:_ Gabbi TV, Valente NY, Castro LG. Doença de Paget pigmentada do mamilo simulando melanoma cutâneo. Importância da imuno-histoquímica na diferenciação destas doenças. An Bras Dermatol. 2006;81(5):457-60.

Correspondência:
Tatiana Villas Boas Gabbi Divisão de Clínica Dermatológica do Hospital das Clínicas da FMUSP Av. Enéias de Carvalho Aguiar, 255 - 3º andar 05403-000 - São Paulo - SP Tel/Fax: (11) 5044-1008 / 3069-6450 "E-mail":gabbi@uol.com.br

 

Resumo

A variante pigmentada da doença de Paget mamária é rara, com cerca de 12 casos relatados, e pode mimetizar clínica e histologicamente o melanoma. Como na forma clássica, em geral associa-se à neoplasia da mama acometida, com origem principalmente no carcinoma intraductal que se estende à epiderme através de ducto lactóforo. A fisiopatologia da hiperpigmentação permanece desconhecida. Relata-se o caso de paciente de 49 anos que apresentou lesão pigmentada do mamilo, suspeita de melanoma. O exame histológico não foi suficiente para confirmar o diagnóstico, sendo necessária realização de perfil imuno-histoquímico. Apesar de incomum, o diagnóstico de doença de Paget deve ser lembrado como diferencial de melanoma em lesões pigmentadas dessa região, em ambos os sexos.

Palavras-chave: IMUNO-HISTOQUÍMICA, DOENÇA DE PAGET MAMÁRIA, MELANOMA

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações