Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 85 Número 3




Voltar ao sumário

 

Investigação

Avaliação do método de disco-difusão para determinação da eficácia da terbinafina in vitro em agentes de micoses superficiais e subcutâneas*

Evaluation of the disk-diffusion method to determine the in vitro efficacy of terbinafine against subcutaneous and superficial mycoses agents


Hilda Conceição Diogo1, Márcia Melhem2, Aldo Sarpieri3, Mario Cezar Pires4

1Mestre em Ciências da Saúde pela Coordenadoria de Controle de Doenças (CCD) da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo; bióloga - Ciências Biológicas com licenciatura plena - pela Faculdade de Guarulhos (2003); micologista voluntária do Serviço de Dermatologia do Complexo Hospitalar Padre Bento de Guarulhos - São Paulo (SP), Brasil.
2Mestre e doutora em Saúde Pública pela Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (USP); pesquisadora-científica Nível VI do Instituto Adolfo Lutz, Coordenadoria de Controle de Doenças (CDC) da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo (SP), Brasil.
3Especialista em Dermatologia; médico voluntário do Serviço de Dermatologia do Complexo Hospitalar Padre Bento de Guarulhos - São Paulo (SP), Brasil.
4Especialista em Dermatologia; doutor em Clínica Médica pelo Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual de São Paulo; diretor do Serviço de Dermatologia do Complexo Hospitalar Padre Bento de Guarulhos - São Paulo (SP), Brasil.

Recebido em 03.08.2009. Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 19.03.2010. * Trabalho realizado no Serviço de Dermatologia do Complexo Hospitalar Padre Bento de Guarulhos e no setor de Micologia do Instituto Adolfo Lutz - São Paulo (SP), Brasil. Conflito de interesse / Conflict of interest: O produto terbinafina pró-análise foi cedido por Novartis Biociências S.A. e o material para o antifungigrama, pelo Centro de Controle e Produtos para Diagnósticos Ltda. (Cecon), Brasil. Os autores não receberam nenhuma remuneração Suporte financeiro / Financial funding: Serviço de Dermatologia do Complexo Hospitalar Padre Bento de Guarulhos e Laboratório de Micologia do Instituto Adolfo Lutz. Como citar este artigo/How to cite this article: Diogo HC, Melhem M, Sarpieri A, Pires MC. Avaliação do método de disco-difusão para determinação da eficácia da terbinafina in vitro em agentes de micoses superficiais e subcutâneas. An Bras Dermatol. 2010;85(3):324-30.

Correspondência:
ENDEREÇO PARA CORRESPONDÊNCIA / MAILING ADDRESS: Hilda Conceição Diogo R. Diogo Feijó, 135 07055 170 Guarulhos - SP E-mail: hilpexe@yahoo.com.br

 

Resumo

FUNDAMENTOS: As micoses superficiais e subcutâneas têm alta prevalência e, muitas vezes, caráter crônico, necessitando tratamentos tópicos e/ou sistêmicos com antifúngicos. As drogas de escolha são azóis e alilaminas (terbinafina). É necessário avaliar a eficácia das drogas para tratamento em humanos e em animais. Estudos para avaliar in vitro a ação dos antimicóticos são raros, especialmente, contra fungos filamentosos. OBJETIVO - Avaliar a eficácia in vitro da terbinafina pelo método de disco-difusão contra fungos filamentosos e leveduras agentes de micoses. MÉTODOS - Avaliou-se a ação da terbinafina (0,125µg-100µg) contra dez espécies fúngicas pelos métodos discodifusão e microdiluição/referência, para determinar a concentração inibitória mínima (MIC). RESULTADOS - Observou-se alta sensibilidade à terbinafina em: T. rubrum, M. gypseum, T. mentagrophytes, T. tonsurans, M. canis, C. carrionii e E. floccosum (halo = 40mm com disco de 0,125µg). S. hyalinum e C. parapsilosis foram considerados sensíveis, mas com halos menores. Fusarium spp. apresentou menor sensibilidade (halo=12mm com disco de 2µg; MIC 8µg/mL). CONCLUSÕES - Os resultados reiteram estudos anteriores quanto à alta eficácia da terbinafina em relação a dermatófitos. A técnica de disco-difusão foi de fácil aplicação e adequada na rotina de laboratórios clínicos.

Palavras-chave: ANTIMICÓTICOS, ARTHRODERMATACEAE, FUNGOS, MICOSES

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações