Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 85 Número 4




Voltar ao sumário

 

Revisão

Terapia fotodinâmica: revisão da literatura e documentação iconográfica*

Photodynamic therapy: a review of the literature and image documentation


Maria Cláudia Almeida Issa1, Mônica Manela-Azulay2

1PhD - Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Professora adjunta de dermatologia da Universidade Federal Fluminense (UFF) - Niterói (RJ), Brasil.
2PhD - Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Professora adjunta de dermatologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) - Rio de Janeiro (RJ), Brasil.

Aprovado pelo Conselho Editorial e aceito para publicação em 18.12.2009. * Trabalho realizado em clínica privada – Rio de Janeiro (RJ), Brasil. Conflito de interesse: Nenhum / Conflict of interest: None Suporte financeiro: Nenhum / Financial funding: None Como citar este artigo/How to cite this article: Issa MCA, Manela-Azulay M. Terapia fotodinâmica: revisão da literatura e documentação iconográfica. An Bras Dermatol. 2010;85(4):501-11.

Correspondência:
ENDEREÇO PARA CORRESPONDÊNCIA / MAILING ADDRESS: Maria Cláudia Almeida Issa Praia de Icaraí, 139 - 702, Icaraí 24230-001 Niterói - Rio de Janeiro, Brasil Tel./fax: 55-21 2620 7162 / 55-21 2704 1680 mariaclaudia@predialnet.com.br

 

Resumo

A terapia fotodinâmica é uma reação química ativada por luz usada para destruição seletiva de um tecido e requer um agente fotossensibilizante no tecido-alvo, uma fonte de luz e oxigênio. Estão disponíveis, no momento, o ácido 5-aminolevulínico para tratamento de ceratoses actínicas e o metilaminolevulinato, aprovado para tratamento de ceratoses actínicas, carcinoma basocelular e doença de Bowen. As fontes de luz utilizadas para a terapia fotodinâmica devem emitir comprimentos de onda no espectro de absorção do fotossensibilizante escolhido. As lâmpadas LED (light emitting diode) são as indicadas para terapia fotodinâmica tópica no tratamento do câncer de pele não melanoma. A terapia fotodinâmica deve ser considerada, em particular, para pacientes que apresentam lesões superficiais, múltiplas, disseminadas e para pacientes imunossuprimidos. Mais recentemente, a terapia fotodinâmica tem sido indicada no tratamento do fotoenvelhecimento, acne, hidrosadenite, esclerodermia, psoríase, verrugas, leishmaniose, entre outras. Por este trabalho será possível ter acesso a uma extensa revisão da literatura sobre terapia fotodinâmica, seus mecanismos, indicações e resultados, seguida de comentários e críticas pertinentes ao assunto.

Palavras-chave: 5-AMINOLEVULINATO SINTETASE, FOTOQUIMIOTERAPIA, REVISÃO

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações