Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

10

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

10

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 85 Número 5




Voltar ao sumário

 

Investigação

Importância da variação do PASI realizado por diversos observadores*

Inter-rater concordance study of the PASI (Psoriasis Area and Severity Index) *


Joana Ribeiro Costa de Faria1, Aline Rezende Aarão1, Luiz Miguel Zabaleta Jimenez2, Oscar Hernández Silva2, João Carlos Regazzi Avelleira3

1Médica pós-graduanda de Dermatologia, Instituto de Dermatologia Prof. Rubem David Azulay da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro - Rio de Janeiro (RJ), Brasil.
2Médico pós-graduando de Dermatologia, Instituto de Dermatologia Prof. Rubem David Azulay da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro - Rio de Janeiro (RJ), Brasil.
3Doutor em medicina, Professor-associado do Instituto de Dermatologia Prof. Rubem David Azulay da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro - Rio de Janeiro (RJ), Brasil.

Recebido em 01.09.2008. Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 18.12.08. * Trabalho realizado no Instituto de Dermatologia Prof. Rubem David Azulay da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro - Rio de Janeiro (RJ), Brasil. Conflito de interesse: Nenhum Suporte financeiro: Nenhum

Correspondência:
Joana Ribeiro Costa de Faria Rua Belfort Roxo, 407 - aptº 601 - Copacabana - 22020-010 Rio de Janeiro - RJ Tel: 021 2275 7031 Cel: 021 8159 5206 Fax: 021) 2220 1928(IDPRDA) E-mail: joanarcf@gmail.com

 

Resumo

FUNDAMENTO: O índice da área e gravidade da psoríase foi método desenvolvido em 1978, para quantificar a gravidade da psoríase. Desde então, têm recebido algumas críticas, por ser longo, complexo e apresentar divergências na sua interpretação.
OBJETIVO: Demonstrar o grau de concordância do índice da área e gravidade da psoríase aplicado em pacientes de psoríase por três avaliadores isoladamente.
MATERIAL E MÉTODO: Estudo observacional, transversal, realizado no ambulatório de psoríase, no ano de 2007, onde foram selecionados 20 pacientes. Os pacientes foram avaliados por três pós-graduandos de dermatologia, que determinaram o índice da área e gravidade da psoríase, isoladamente. A fidedignidade interobservador foi avaliada pelo coeficiente de correlação intraclasses (ICC) e os gráficos de Bland & Altman.
RESULTADOS: O ICC de 0,729 (IC 95%: 0,440 - 0,882) demonstrou que existe boa concordância entre os observadores. Pela análise dos gráficos de Bland e Altman, no máximo, duas diferenças estão fora dos limites de concordância, expressando boa concordância. Observou-se também que existe comportamento sistemático nas diferenças do índice da área e gravidade da psoríase em relação a sua média, segundo o qual mostrou para valores altos do índice da área e gravidade da psoríase, ou seja, um predomínio de diferenças maiores.
CONCLUSÃO: Notamos, através deste estudo, que o índice da área e gravidade da psoríase apresenta bons critérios de confiabilidade quando houve a avaliação da gravidade da psoríase, mesmo que realizado por diferentes avaliadores.

Palavras-chave: ESTUDOS TRANVERSAIS, PSORÍASE, REPRODUTIBILIDADE DOS TESTES

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações