Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

8

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

8

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 85 Número 5




Voltar ao sumário

 

Revisão

Dermatófitos: interação patógeno-hospedeiro e resistência a antifúngicos*

Dermatophytes: host-pathogen interaction and antifungal resistance *


Nalu Teixera de Aguiar Peres1, Fernanda Cristina Albuquerque Maranhão2, Antonio Rossi3, Nilce Maria Martinez-Rossi4

1Doutora em imunologia pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo. Bolsista de pós-doutoramento da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) – Ribeirão Preto (SP), Brasil.
2Doutora em genética pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo. Bolsista de pós-doutoramento na Universidade Federal do Ceará – Fortaleza (CE), Brasil.
3Professor titular do Departamento de Bioquímica e Imunologia da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo – Ribeirão Preto (SP), Brasil.
4Professora titular do Departamento de Genética da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo –Ribeirão Preto (SP), Brasil.

Aprovado pelo Conselho Editorial e aceito para publicação em 17.06.2010. * Trabalho realizado no Departamento de Genética da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo – Ribeirão Preto (SP), Brasil. Conflito de interesse: Nenhum Suporte financeiro: FAPESP, CNPq e CAPES

Correspondência:
Nalu Teixera de Aguiar Peres Av. Bandeirantes, 3.900 Monte Alegre 14049 900 Ribeirão Preto – SP.

 

Resumo

As micoses cutâneas estão entre as infecções mais comuns em humanos e se tornaram um importante problema de saúde pública, principalmente por causarem infecções invasivas em pacientes imunodeprimidos. Durante a infecção, a interação dermatófito-hospedeiro desencadeia adaptações metabólicas específicas que permitem aos patógenos aderirem e penetrarem no tecido, remodelando seu metabolismo para captar nutrientes e superar os mecanismos de defesa do hospedeiro. Esse remodelamento metabólico e a inter-relação entre metabolismo, morfogênese e resposta ao estresse são importantes fatores que estão sendo intensamente avaliados em diversos patógenos. As células do hospedeiro também respondem aos estímulos do patógeno, ativando vias de sinalização intracelular que culminam no desencadeamento de uma resposta imune contra o agente infeccioso. O entendimento molecular dessas respostas metabólicas pode ajudar no estabelecimento de novas estratégias terapêuticas. Nesta revisão, são abordados diferentes aspectos da biologia dos dermatófitos, com ênfase na interação dermatófito-hospedeiro e nos mecanismos de resistência a antifúngicos.

Palavras-chave: ANTIMIÓTICOS, DERMATOMICOSES, FARMACORRESISTÊNCIA FÚNGICA, INTERAÇÕES HOSPEDEIRO-PATÓGENO

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações