Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 85 Número 6




Voltar ao sumário

 

Artigo de revisão

Nevo displásico (nevo atípico)

Dysplastic nevus (atypical nevus)


Gisele Gargantini Rezze1, Alexandre Leon2, João Duprat3

1Mestre e doutora em Ciências (área de Oncologia); dermatologista assistente do Departamento de Oncologia Cutânea do Hospital A. C. Camargo – São Paulo (SP), Brasil.
2Doutor em Ciências (área de Oncologia) - Fundação Antonio Prudente; dermatologista assistente do Departamento de Oncologia Cutânea do Hospital A. C. Camargo – São Paulo (SP), Brasil.
3Doutor em Cirurgia pela Universidade de São Paulo (USP); diretor do Departamento de Oncologia Cutânea do Hospital A. C. Camargo; diretor clínico do Hospital A. C. Camargo – São Paulo (SP), Brasil.

Received on 08.11.2009. Approved by the Advisory Board and accepted for publication on 17.06.2010. * Work conducted at the Department of Cutaneous Oncology, AC Camargo Hospital - São Paulo (SP), Brazil. Conflito de interesse: Nenhum Suporte financeiro: Nenhum Como citar este artigo: Rezze GG, Leon A, Duprat J. Dysplastic nevus (atypical nevus). An Bras Dermatol. 2010;85(6):863-71.

Correspondência:
Gisele Gargantini Rezze Rua Barata Ribeiro, 380 – Conj. 34 – Bela Vista 01308-000 São Paulo – SP, Brazil Phone/Fax: (11) 3120 5045 E-mail: ggrezze@hotmail.org.br

 

Resumo

O nevo atípico (displásico) é considerado um fator importante associado com o risco aumentado de desenvolvimento do melanoma cutâneo. Acredita-se que nevos atípicos sejam lesões precursoras do melanoma cutâneo. Podem estar presentes em pacientes com múltiplos nevos melanocíticos (síndrome do nevo atípico) ou isolados e em poucas quantidades em um contexto não familial. Aparecem, geralmente, na puberdade e prevalecem em indivíduos jovens. Têm predileção por áreas expostas ao sol, especialmente, o tronco. O grande desafio em relação ao nevo atípico reside na controvérsia em se definir sua nomenclatura, diagnóstico clínico, critérios dermatoscópicos, diagnóstico histopatológico e aspectos moleculares. Esta revisão tem por objetivo trazer o conhecimento, facilitar o entendimento e responder às questões duvidosas concernentes ao nevo atípico.

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações