Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 85 Número 6




Voltar ao sumário

 

Caso Clínico

Telangiectasia nevoide unilateral adquirida em homem hígido*

Acquired unilateral nevoid telangiectasia in a healthy men


Juliana Merheb Jordão1, Letícia Cortes Haendchen1, Thiago César Berestinas2, Luciana Rodrigues Lisboa Faucz3

1Médica Dermatologista – Curitiba (PR), Brasil.
2Médico Especializando do 3º ano de Dermatologia do Hospital Universitário Evangélico de Curitiba (HUEC) – Faculdade Evangélica do Paraná (FEPAR) – Curitiba (PR), Brasil.
3Médica Assistente do Serviço de Dermatologia do Hospital Universitário Evangélico de Curitiba (HUEC) – Faculdade Evangélica do Paraná (FEPAR) – Curitiba (PR), Brasil

Received on 14.08.2009. Approved by the Advisory Board and accepted for publication on 18.06.2010. * Work carried out in the Evangelical University Hospital of Curitiba (HUEC) – Evangelical Faculty of Paraná (FEPAR) – Curitiba (PR), Brazil. Conflito de interesse: Nenhum Suporte financeiro: Nenhum Como citar este artigo: Jordão JM, Haendchen LC, Berestinas TC, Souza FHM, Faucz LRL. Acquired unilateral nevoid telangiectasia in a healthy men. An Bras Dermatol. 2010;85(6):912-4.

Correspondência:
Juliana Merheb Jordão Av. Sete de Setembro, 4615, 14º andar, bairro Batel. 80240 000 - Curitiba – PR, Brazil Phone.: 41 3532 6710 Email: dra.julianajordao@hotmail.com

 

Resumo

A Telangiectasia Nevoide Unilateral é uma dermatose vascular rara, caracterizada por áreas de telangiectasia superficial, em uma distribuição linear unilateral, descrita, em 1899, por Zeisler e Blaschko. Diversas teorias foram desenvolvidas para explicar sua etiopatogenia, sendo a provável (e a mais fundamentada) a relação com elevação dos níveis de estrogênio. Há duas formas: a congênita e a adquirida. Esta, geralmente, se relaciona a hepatopatias, em pacientes do sexo masculino. Em homens hígidos, a ocorrência da forma adquirida é rara, com poucos relatos na literatura, sendo sua causa desconhecida. Este trabalho tem como objetivo relatar um caso de telangiectasia nevoide unilateral adquirida em homem jovem, sem comorbidades, alterações clínicas e/ou laboratoriais sugestivas de hiperestrogenismo.

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações