Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 85 Número 6




Voltar ao sumário

 

Imagens em Dermatologia Tropical

Hanseníase borderline virchowiana*

Borderline lepromatous leprosy


Christiane Matsuo1, Carolina Talhari2, Lisiane Nogueira3, Renata Fernandes Rabel3, Mônica Nunes dos Santos2, Sinesio Talhari4

1Especialista em dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia; dermatologista da Fundação de Medicina Tropical do Amazonas – Manaus (AM), Brasil.
2Doutora; professora de dermatologia da Universidade do Estado do Amazonas – Manaus (AM), Brasil.
3Médica residente em dermatologia da Fundação de Medicina Tropical do Amazonas – Manaus (AM), Brasil.
4Doutor em dermatologia; diretor da Fundação de Medicina Tropical do Amazonas – Manaus (AM), Brasil

Approved by the Editorial Board and accepted for publication on 16.07.2010 . * Work carried out in the Tropical Medicine Foundation of Amazonas - Manaus (AM), Brazil. Conflito de interesse: Nenhum Suporte financeiro: Fundação de Medicina Tropical do Amazonas Como citar este artigo: Matsuo C, Talhari C, Nogueira L, Rabelo RF, Santos MN, Talhari S. Borderline lepromatous leprosy. An Bras Dermatol. 2010;85(6):921-2.

Correspondência:
Carolina Talhari Avenida Pedro Texeira, 25, Dom Pedro 69040 000 Manaus, AM, Brazil.

 

Resumo

É apresentado caso de hanseníase borderline virchowiana com quatro anos de evolução e lesões cutâneas de difícil diagnóstico na rede de saúde. O exame histopatológico mostrando estruturas granulomatosas desorganizadas e múltiplos bacilos álcool-ácido resistentes foi essencial para o diagnóstico. Casos como o descrito possibilitam a contaminação dos conviventes e o surgimento de novos casos de hanseníase no futuro.

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações