Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 86 Número 1




Voltar ao sumário

 

Caso Clínico

Líquen estriado no adulto *

Lichen striatus on adult


Leticia Fogagnolo1, Jaison Antônio Barreto2, Cleverson Teixeira Soares3, Fernanda Chagas Alencar Marinho1, Priscila Wolf Nassif1

1Médica Residente em Dermatologia do Instituto Lauro de Souza Lima- Bauru (SP), Brasil.
2Mestre em Ciências. Médico Dermatologista do Instituto Lauro de Souza Lima- Bauru (SP), Brasil.
3Doutor em Patologia - Médico Anatomopatologista do Instituto Lauro de Souza Lima- Bauru (SP), Brasil.

Recebido em 24.08.2009. Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 17.12.09. * Trabalho realizado no Instituto Lauro de Souza Lima- Bauru (SP), Brasil. Conflito de interesse: Nenhum Suporte financeiro: Nenhum

Correspondência:
Leticia Fogagnolo Rodovia João Ribeiro de Barros, km - 225/226 17.034-971 Bauru - SP, Brasil Celular: 16 9792 4176 e-mail: leticiafog@uol.com.br

 

Resumo

Líquen estriado é uma erupção inflamatória incomum, de etiologia desconhecida. Raramente acomete adultos, e é caracterizada pelo surgimento abrupto de pápulas coalescentes, em arranjo linear, usualmente em extremidades. A histopatologia mostra reação liquenóide envolvendo folículos e glândulas. Ocasionalmente há sobreposição com líquen plano linear e "blaschkitis", seus principais diagnósticos diferenciais. Relata-se um caso de mulher adulta com pápulas eritematovioláceas em região cervical e hemiface direitas, cuja correlação clínico-histopatológica permitiu o diagnóstico de líquen estriado. Os achados atípicos e a dificuldade diagnóstica são discutidos.

Palavras-chave: DERMATOPATIAS PAPULOESCAMOSAS, ERUPÇÕES LIQUENÓIDES, PATOLOGIA

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações