Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

9

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

9

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 86 Número 2




Voltar ao sumário

 

Investigação

Uso combinado da laserterapia de baixa potência e da inibição da ciclooxigenase-2 na reepitelização de ferida incisional em pele de camundongos: um estudo pré-clínico*

Combined use of low level laser therapy and cyclooxygenase-2 selective inhibition on skin incisional wound reepithelialization in mice: a preclinical study *


Cíntia Helena Santuzzi1, Hygor Franca Buss2, Diego França Pedrosa3, Martha Oliveira Vieira Moniz Freire4, Breno Valentim Nogueira5, Washington Luiz Silva Gonçalves6

1Doutoranda em ciências Fisiológicas pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). - Professora da Faculdade Salesiana de Vitória (UNISALES) – Vitória (ES), Brasil.
2Graduando de medicina pela Universidade Federal do Espírito Santo - Aluno de Iniciação Científica – Vitória (ES), Brasil.
3Doutorando em Biotecnologia pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) - Professor assistente do Departamento de Ciências Farmaceuticas da UFES – Vitória (ES), Brasil.
4Mestre em Ciências Fisiológicas pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) - Professora assistente da disciplina de Fisiologia da Faculdade Vitoriana (FAVI) – Vitória (ES), Brasil.
5Doutor em Ciências Fisiológicas pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) - Professor adjunto do Departamento de Morfologia da UFES – Vitória (ES), Brasil.
6Doutor em Ciência Fisiológicas pela Universidade Federal do Espírito Santo. - Professor Colaborador do Departamento de Ciência Fisiológicas da Universidade do Espírito Santo – Vitória (ES), Brasil.

Recebido em 20.01.2010. Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 24.06.10. * Trabalho realizado no Universidade Federal do Espírito Santo - UFES. – Vitória (ES), Brasil. Conflito de interesse: Nenhum / Conflict of interest: None Suporte financeiro: Nenhum / Financial funding: None

Correspondência:
Cíntia Helena Santuzzi R. Milthor de Oliveira Fernandes - 50 Ap. 404 Bloco A Bairro: Jardim Camburi 29090760 Vitória - SP, Brasil Celular: 27 9944 1177 Fone (Alt.) Email: csantuzzi@terra.com.br

 

Resumo

FUNDAMENTOS: A laserterapia de baixa potência e os inibidores seletivos da ciclooxigenase-2 (ICOX2) vem sendo muito utilizados para modular a resposta inflamatória, entretanto, os seus efeitos na reepitelização de feridas não são bem compreendidos. OBJETIVO: Avaliar os efeitos isolados e combinados da laserterapia de baixa potência e da ICOX2 na reepitelização de ferida incisional na pele de camundongos. MÉTODO: Foi induzida uma ferida de 1 cm no dorso de cada camundongo, que foram divididos em quatro grupos (N=20): Controle, Laserterapia, Tratados com celecoxib e Terapia conjugada. Os animais dos grupos celecoxib e Terapia conjugada foram tratados com celecoxib por 10 dias antes da incisão cutânea. As feridas experimentais foram irradiadas com laserterapia de baixa potência He-Ne (632nm, dose: 4J/cm2) em varredura, por 12 segundos durante três dias consecutivos nos grupos Laserterapia e Terapia conjugada. Os animais foram sacrificados no 3º dia de pós-operatório. Amostras das feridas foram coletadas e coradas (Tricromio de Masson) para análise histomorfométrica. RESULTADOS: Tanto o grupo Laserterapia, quanto o grupo celecoxib, mostrou aumento da reepitelização cutânea em relação ao grupo Controle, entretanto, o grupo Terapia conjugada não apresentou diferenças. Quanto à queratinização o grupo Laserterapia e Terapia conjugada apresentaram redução dos queratinócitos, comparados com o grupo Controle. CONCLUSÕES: Os resultados mostram que o uso da laserterapia de baixa potência e da ICOX2 isoladamente aumentam as células epiteliais, mas somente a laserterapia de baixa potência reduziu os queratinócitos cutâneos. O tratamento conjugado restabelece a reepitelização inata e dimunui a queratinização, embora ocorra uma acelerada contração da ferida com melhora na organização da ferida na pele de camundongos.

Palavras-chave: CICATRIZAÇÃO, CÉLULAS EPITELIAIS, INIBIDORES DE CICLOOXIGENASE 2, QUERATINÓCITOS, TERAPIA A LASER

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações