Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

10

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

10

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 86 Número 2




Voltar ao sumário

 

Dermatopatologia

Granuloma anular perfurante generalizado*

Generalized perforating granuloma annulare *


Sérgio Ivan Torres Dornelles1, Claudia Schermann Poziomczyk2, Ana Boff3, Bruna Köche2, Marcel de Almeida Dornelles4, Giselda Kipper Richter5

1Mestre em Clínica Médica - Preceptor Residência Médica em Dermatologia – Porto Alegre (RS), Brasil.
2Residente do Ambulatório de Dermatologia Sanitária do Estado do Rio Grande do Sul – Porto Alegre (RS), Brasil.
3Patologista - Consultora em Patologia – Porto Alegre (RS), Brasil.
4Acadêmico de Medicina da Universidade Federal do Rio Grande do Sul – Porto Alegre (RS), Brasil.
5Dermatologista - Médica Dermatologista – Porto Alegre (RS), Brasil.

Aprovado pelo Conselho Editorial e aceito para publicação em 16.05.2010. * Trabalho realizado no Ambulatório de Dermatologia Sanitária do Estado do Rio Grande do Sul - Porto Alegre (RS), Brasil. Conflito de interesse: Nenhum / Conflict of interest: None Suporte financeiro / Financial funding: O estudo teve suporte financeiro da Secretaria da Saúde do Estado do Rio Grande do Sul e Escola de Saúde Pública do RS

Correspondência:
Sérgio Ivan Torres Dornelles Rua dos Andradas, 1646 conj 73 - Centro 90020-012 - Porto Alegre - RS e-mail: sidornelles@terra.com.br

 

Resumo

Os autores apresentam caso clínico-patológico de Granuloma Anular Perfurante Generalizado, com extensa distribuição de lesões, as quais se mostram em diversas fases de evolução. Pústulas, lesões papulosas, em distribuição anular e arciforme, erosões recobertas por crostas hemáticas, áreas máculoatróficas e cicatrizes foram as faces de apresentação da doença. Os aspectos histopatopatológicos são detalhadamente discutidos, dentro das dermatites granulomatosas não infecciosas. O texto baseia-se nas opiniões de alguns autores da literatura. Além disso, o resultado terapêutico obtido foi demonstrado por fotografias, resultado de 3 meses de Dapsona na dose de 100 mg por dia.

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações