Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

7

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

7

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 86 Número 2




Voltar ao sumário

 

Comunicação

Pseudoporfiria induzida pela diálise tratada com N-acetilcisteína oral *

Pseudoporphyria induced by dialysis treated with oral N-acetylcysteine


Marcelo Massaki Guiotoku1, Fabíola de Paula Pereira1, Hélio Amante Miot2, Mariângela Esther Alencar Marques2

1Médico (a) Residente do Departamento de Dermatologia e Radioterapia da Faculdade de Medicina da Universidade Paulista “Julio de Mesquita Filho” (UNESP) – Botucatu (SP), Brasil.
2Professora adjunta do Departamento de Patologia da Faculdade de Medicina da Universidade Paulista “Julio de Mesquita Filho” (UNESP) – Botucatu (SP), Brasil.

Recebido em 03.07.2009. Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 31.07.09. * Trabalho realizado no Departamento de Dermatologia e Radioterapia da Faculdade de Medicina da Universidade Paulista “Julio de Mesquita Filho” (UNESP) – Botucatu (SP), Brasil. Conflito de interesse: Nenhum / Conflict of interest: None Suporte financeiro: Nenhum / Financial funding: None

Correspondência:
Hélio Amante Miot Departamento de Dermatologia da Faculdade de Medicina da Unesp, S/N. Campus Universitário de Rubião Jr. 18618-000 – Botucatu SP – Brasil E-mail: heliomiot@fmb.unesp.br Tel./Fax.: 14 3882 4922

 

Resumo

Pseudoporfiria é dermatose bolhosa rara, semelhante clínica e histopatologicamente à porfiria cutânea tardia. Acomete, principalmente, pacientes renais crônicos em diálise peritoneal ou hemodiálise. Medicamentos também podem ser envolvidos na etiologia. O diagnóstico e o manejo desta entidade é um desafio para os dermatologistas. Os autores demonstram um caso de pseudoporfiria, relacionada à diálise, com evolução favorável após o uso de N-acetilcisteína oral.

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações