Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 86 Número 3




Voltar ao sumário

 

Correspondência

SBD-RESP na busca ativa de casos de hanseníase *

SBD-RESP in active search for leprosy cases


Joel Carlos Lastória1, Marilda Aparecida Milanez Morgado de Abreu2

1Livre Docente - Professor Adjunto do Departamento de Dermatologia e Radioterapia da Faculdade de Medicina de Botucatu - Universidade Estadual Paulista (UNESP) – Botucatu (SP), Brasil.
2Doutora - Professora Titular da Disciplina de Dermatologia da Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE) e Chefe do Serviço de Dermatologia do Hospital Regional de Presidente Prudente – Presidente Prudente (SP), Brasil.

Recebido em 03.03.2011. Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 03.03.11. * Trabalho realizado na Sociedade Brasileira de Dermatologia Regional de São Paulo (SBD-RESP) – São Paulo (SP), Brasil. Conflito de interesse: Nenhum Suporte financeiro: Nenhum | Coordenado pela Sociedade Brasileira de Dermatologia Regional do Estado de São Paulo (SBD-RESP) e Fundação Paulista Contra a Hanseníase Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo.

Correspondência:
Rua Machado Bittencourt, 361 - 13º Andar - Cj. 1307 04044-001 - São Paulo - SP Tel/Fax.: (11) 5573-8735 / 5573-5528 / 5083-3491 email: sbd-resp@sbd-sp.org.br

 

Resumo

FUNDAMENTOS: A Sociedade Brasileira de Dermatologia Regional do Estado de São Paulo (SBD-RESP), apoiada pela Fundação Paulista Contra a Hanseníase, e em ação conjunta com os Serviços de Dermatologia do estado de São Paulo, credenciados pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, lançou a campanha "SBD-RESP na Busca Ativa de Casos de Hanseníase". OBJETIVOS: Auxiliar o Programa Nacional de Controle da Hanseníase no controle da doença. MÉTODO: Todos os Serviços de Dermatologia do estado de São Paulo, credenciados pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, foram convidados e os 17 que participaram receberam uma planilha de dados e modelos de materiais informativos sobre a doença. A campanha foi realizada entre os meses de maio e julho de 2010. Ao término do período, cada serviço encaminhou a planilha de dados para análise estatística. RESULTADOS: Foram examinadas 1718 pessoas e diagnosticados, no total, 90 casos de hanseníase, a maioria do gênero masculino e da cor branca, com percentuais semelhantes de multibacilares e de paucibacilares. Doze por cento apresentavam história familiar de hanseníase. O maior número de casos detectados foi na capital, seguido, no interior, pela região de Presidente Prudente. O índice de detecção em menores de 15 anos foi 4%. CONCLUSÕES: Os resultados da campanha mostram a importância desta iniciativa da SBD-RESP. Sugere-se que ações semelhantes sejam repetidas e que se estendam a outras regionais da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Palavras-chave: DIAGNÓSTICO CLÍNICO, EPIDEMIOLOGIA, HANSENÍASE, PREVENÇÃO DE DOENÇAS TRANSMISSÍVEIS

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações