Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 86 Número 3




Voltar ao sumário

 

Qual é seu diagnóstico ?

Caso para diagnóstico

Case for diagnosis


Sandra Lopes Mattos e Dinato1, Estela Gemha de Nóvoa2, Marcelo Mattos e Dinato3, José Roberto Paes de Almeida4, Ney Romiti5

1Prof.ª Dr.ª em Dermatologia pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) - Professora do Centro Universitário Lusíada (UNILUS) – São Paulo (SP), Brasil.
2Médica dermatologista – Campinas (SP), Brasil.
3Mestrando em Dermatologia da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) - Professor do Centro Universitário Lusíada (UNILUS) – São Paulo (SP), Brasil.
4Mestre em Dermatologia pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) - Professor do Centro Universitário Lusíada (UNILUS) – São Paulo (SP), Brasil.
5Prof.º Livre-Docente pelo Centro Universitário Lusíada (UNILUS) - Professor do Centro Universitário Lusíada (UNILUS) – São Paulo (SP), Brasil.

Aprovado pelo Conselho Editorial e aceito para publicação em 29.08.2010. * Trabalho realizado no Centro Universitário Lusíada (UNILUS) – São Paulo (SP), Brasil. Suporte Financeiro: Nenhum Conflito de Interesses: Nenhum

Correspondência:
Sandra Lopes Mattos e Dinato Rua Oswaldo Cruz, 451 11045-101 Boqueirão. Santos-SP e-mail: sandradinato@yahoo.com.br

 

Resumo

O termo úlcera de Marjolin é usado para designar a transformação maligna que se origina na pele cronicamente lesada. Tratase de neoplasia mais agressiva do que aquelas não relacionadas com cicatriz e, frequentemente, é subdiagnosticada ou tratada de forma inadequada. Relatamos a ocorrência de carcinoma, do tipo espinocelular sobre cicatriz de queimadura, salientando a necessidade do diagnóstico e intervenção precoces visando um melhor prognóstico.

Palavras-chave: CARCINOMA, CICATRIZ, ÚLCERA

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações