Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 86 Número 4




Voltar ao sumário

 

Investigação

Síndrome de Sweet: estudo de 73 casos, com ênfase nos achados histopatológicos

Sweet''''s syndrome: study of 73 cases, emphasizing histopathological findings


Mayra Carrijo Rochael1, Luciana Pantaleão2, Enoï A. Guedes Vilar3, Luciana Helena Zacaron4, Eduardo Quelhas Spada5, Marcus H. S. B. Xavier6, Karla Strong Rodrigues7

1Doutora em Patologia - Professora Associada da Universidade Federal Fluminense (UFF) – Niterói (RJ), Brasil.
2Mestre em Patologia - Professora Assistente da Universidade Federal Fluminense (UFF) – Niterói (RJ), Brasil.
3Mestre em Patologia - Professora Adjunta da Universidade Federal Fluminense (UFF) – Niterói (RJ), Brasil.
4Patologista - Clínica Particular - Rio de Janeiro (RJ), Brasil
5Patologista - Hospital de Clinicas Caieiras – São Paulo (SP), Brasil.
6Dermatologista – Clínica Particular - Belo Horizonte (MG), Brasil.
7Dermatologista - Centro de Transplante de Medula Óssea do Instituto Nacional do Câncer (INCA) – Rio de Janeiro (RJ), Brasil.

Recebido em 15.08.2010. Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 20.09.10. * Trabalho realizado no Departamento de Patologia do Hospital Universitário Antônio Pedro - Universidade Federal Fluminense (HUAP – UFF) – Niterói (RJ), Brasil. Conflito de interesse: Nenhum Suporte financeiro: O trabalho foi realizado com recursos do Hospital Universitário Antônio Pedro - Universidade Federal Fluminense - Niterói/RJ Como citar este artigo: Rochael MC, Pantaleão L, Vilar EAG, Zacaron LH, Spada EQ,Xavier MHSB, Rodrigues KS. Síndrome de Sweet: estudo de 73 casos, com ênfase nos achados histopatológicos. An Bras Dermatol. 2011;86(4):702-7.

Correspondência:
Mayra Carrijo Rochael Rua Lopes Trovão, 134 – Ap. 1.901 Bl. 2 – Icaraí 24220-071 Niterói - RJ E-mail: mayra@dermatopatologia.com.br

 

Resumo

FUNDAMENTOS: A síndrome de Sweet corresponde a um conjunto de alterações cutâneas, sistêmicas e histopatológicas como resposta a diversos estímulos, semelhantes ao eritema nodoso, ao eritema multiforme e à vasculite leucocitoclásica. São descritas condições associadas como infecção, gravidez, uso de drogas e malignidades.
OBJETIVOS: Avaliar as alterações clínicas e histopatológicas da síndrome, relacionando-a a outras condições.
MÉTODO: Estudo retrospectivo de 73 casos com avaliação microscópica de lesões cutâneas, dados clínicos e laboratoriais.
RESULTADOS: Houve predomínio de mulheres (83,0%), brancas (49,2%), entre a quarta e a sexta décadas de vida (73,8%). Placas eritematosas (76,9%), pápulas (43,0%), pseudovesiculação (PV) (38,4%) e lesões em alvo (18,5%) foram as principais alterações. Entre as condições associ- adas, infecções de vias aéreas (15,4%) e uso de drogas (10,8%) foram as mais frequentes. Outras associações, representadas por um caso cada, foram: linfoma de Hodgkin, gravidez, colite ulcerativa, policitemia vera e lúpus eritematoso em paciente com Aids. Neutrófilos com leucocito- clasia (98,6%), degeneração do colágeno (87,7%), edema (74,0%) e PV (38,4%) foram os principais achados microscópicos. Eosinófilos estiveram presentes (41,1%) de raros a abundantes e, em geral, não relacionados ao uso de drogas. O infiltrado inflamatório atingiu a derme pro- funda em 47,9% das vezes e encontrou-se paniculite em 80,0% dos casos nos quais a hipoderme estava representada (10 casos).
CONCLUSÕES: Os achados, de modo geral, coincidem com os da literatura, destacando-se: frequente participação de eosinófilos sem correlação com a ingestão de medicamentos, paniculite e rara associação com linfoma de Hodgkin, sendo este o quinto relato de tal ocorrência, segundo o conhecimento dos autores.

Palavras-chave: DOENÇA DE HODGKIN, ERITEMA MULTIFORME, PANICULITE, SÍNDROME DE SWEET

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações