Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 86 Número 4




Voltar ao sumário

 

Dermatopatologia

Nevo da epidermólise bolhosa: aspectos clínicos, dermatoscópicos e histológicos em um caso de portador da forma distrófica recessiva

Epidermolysis bullosa nevi: clinical, dermatoscopical and histological features in a case of recessive dystrofic form


Juliana Nakano de Melo1, Priscila Yoshie Teruya2, Maria Cecília Rivitti Machado3, Neusa Sakai Valente4, Mirian Nacagami Sotto5, Zilda Najjar Prado de Oliveira 6

1Doutoranda do Departamento de Dermatologia – Médica-assistente do Departamento de Dermatologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HC-FMUSP) - São Paulo (SP), Brasil.
2Especialização pelo Departamento de Dermatologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HC-FMUSP) - São Paulo (SP), Brasil.
3Mestre pela Universidade de São Paulo – Médica-supervisora do Departamento de Dermatologia do Hospital das Clínicas – Médica-assistente do Ambulatório de Dermatologia Pediátrica – São Paulo (SP), Brasil.
4Doutora pela Universidade de São Paulo – Médica-pesquisadora do LIM - Universidade de São Paulo (USP) – São Paulo (SP), Brasil
5Livre-docente pela Universidade de São Paulo – Professora-associada do Departamento de Dermatologia – Médica patologista – São Paulo (SP), Brasil
6Doutora pela Universidade de São Paulo - Diretora técnica do Serviço de Saúde do Hospital das Clínicas – Chefe do Ambulatório de Dermatologia Pediátrica – São Paulo (SP), Brasil

Recebido em 25.03.2010. Aprovado pelo Conselho Editorial e aceito para publicação em 14.07.2010. * Trabalho realizado no Departamento de Dermatologia do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo – Ambulatório de Dermatologia Pediátrica. Conflito de interesse: Nenhum Suporte financeiro: Nenhum Como citar este artigo: Melo JN, Teruya PY, Rivitti-Machado MC, Valente NS, Sotto MN, Oliveira ZNP. Nevo da epidermólise bolhosa: aspectos clínicos, dermatoscópicos e histológicos em um caso de portador da forma distrófica recessiva. An Bras Dermatol. 2011;86(4):743-6.

Correspondência:
Juliana Nakano de Melo Rua Dr. Enéas de Carvalho Aguiar, 255 – Sala 3.069, Pinheiros 05403-000 São Paulo (SP) – Brasil julinakano@yahoo.com.br

 

Resumo

As lesões melanocíticas adquiridas podem apresentar aspecto clínico não-usual em pacientes portadores de epidermólise bolhosa hereditária. Essas lesões são conhecidas como “nevos EB” e, muitas vezes, constituem um desafio diagnóstico ao dermatologista por apresentarem características clínicas, dermatoscópicas e histopatológicas semelhantes às encontradas no melanoma. Não são exclusivas de nenhuma forma de epidermólise bolhosa e têm sua frequência aumentada na infância. Relata-se o caso de um doente do sexo masculino, de 6 meses de idade, portador da forma distrófica recessiva da doença, com lesão pigmentada de rápido crescimento na coxa esquerda. Optou-se por seguimento clínico da lesão, considerando que os aspectos clínicos, dermatoscópicos e histológicos eram compatíveis com a descrição de outros casos de nevo EB previamente descritos.

Palavras-chave: EPIDERMÓLISE BOLHOSA DISTRÓFICA, NEVO, MELANOMA

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações