Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

7

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

7

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 86 Número 4




Voltar ao sumário

 

Comunicação

Identificação de espécies de malassésia na pitiríase versicolor em um serviço de dermatologia do sul do Brasil

Identification of Malassezia yeast species isolated patients with pityriasis versicolor


Vanessa Petry1, Fernanda Tanhausen2, Luciana Weiss3, Thais Milan4, Adelina Mezzari5, Magda Blessmann Weber6

1Médica Dermatologista. Mestranda da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFSPA) – Porto Alegre (RS), Brasil.
2Acadêmica do curso de Medicina da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA) – Porto Alegre (RS), Brasil.
3Médica Dermatologista - Grupo Hospitalar Mãe de Deus – Porto Alegre (RS), Brasil.
4Residente Dermatologia Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA) – Porto Alegre (RS), Brasil.
5Professora Doutora da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA) e da Faculdade de Farmácia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) – Porto Alegre (RS), Brasil.
6Professora Adjunta Doutora da Disciplina de Dermatologia do Curso de Medicina da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA) - Professora da Residência em Dermatologia do Serviço de Dermatologia da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA) – Porto Alegre (RS), Brasil.

Recebido em 18.12.2009. Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 14.06.2010. * Trabalho realizado no: Serviço de Dermatologia da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA) – Porto Alegre (RS), Brasil. Conflito de interesse: Nenhum Suporte financeiro: Nenhum Como citar este artigo: Petty V, Tanhausen F, Weiss L, Milan T, Mezzari A. Identificação de espécies de malassésia na pitiríase versicolor em um serviço de dermatologia do sul do Brasil. An Bras Dermatol. 2011;86(4):803-5.

Correspondência:
Vanessa Petry Rua Artur Rocha 67/301 – Auxiliadora. 90450-171 Porto Alegre - RS E-mail: vpetry@hotmail.com

 

Resumo

A pitiríase versicolor é uma doença de distribuição universal. Existe a descrição de 12 espécies de malassezia. O objetivo deste estudo foi determinar quais as espécies de malassezia mais prevalentes nos pacientes com pitiríase versicolor. Foram realizadas as coletas através de raspado das lesões nos pacientes com suspeita clínica de pitiríase versicolor e posterior exame micológico e cultural para identificação final da espécie. Foram coletadas amostras de 87 pacientes. Quanto às culturas, 30% foram de Malassezia sympodialis, 25,7% de Malassezia furfur, 22,7% de Malassezia globosa, 12,1% de Malassezia retrita, 7,6% de Malassezia obtusa e 1,5% de Malassezia sloofiae.

Palavras-chave: DERMATOLOGIA, DERMATOMICOSES, FUNGOS, MICOSES

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações