Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

7

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

7

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 86 Número S1




Voltar ao sumário

 

Caso Clínico

Histiocitose de células de Langerhans com acometimento vulvar e com resposta terapêutica à talidomida: relato de caso


Lana Bezerra Fernandes1, Jackeline Gomes Guerra2, Maurício Barcelos Costa3, Isadora Guimarães Paiva1, Fernanda Paglia Duran4, Diogo Neves Jacó5

1Médica residente em dermatologia do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Goiás (HC -UFG) – Goiânia (GO), Brasil.
2Doutora em Dermatologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) - Profa. Adjunta do Depto. de Medicina Tropical e Dermatologia do Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública – Universidade Federal de Goiás (IPTSP – UFG) - Chefe do Serviço de Dermatologia do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Goiás (HC -UFG) - Goiânia (GO), Brasil
3Mestre em Doenças Infecciosas e Parasitárias pelo Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública - Universidade Federal de Goiás (IPTSP – UFG) - Prof°. e chefe do serviço de Patologia do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Goiás (HC – UFG) – Goiânia (GO), Brasil.
4Acadêmica de medicina da Universidade Federal de Goiás (UFG) – Goiânia (GO), Brasil.
5Médico em radiologia do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Goiás (HC - UFG) – Goiânia (GO), Brasil.

Recebido em 23.12.2010. Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 05.02.2011. * Trabalho realizado no: Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Goiás (HC – UFG) – Goiânia (GO), Brasil. Conflito de interesse: Nenhum Suporte financeiro: Nenhum Como citar este artigo: Fernandes LB, Guerra JG, Costa MB, Paiva IG, Duran FP, Jacó DN. Histiocitose de células de Langerhans com acometimento vulvar e com resposta terapêutica à talidomida - Relato de caso. An Bras Dermatol. 2011;86 (4 Supl 1):S78-81.

Correspondência:
Lana Bezerra Fernandes Primeira Avenida, s/n – Setor Leste Universitário. Goiânia – Goiás (GO). CEP: 74.605-020 E-mail: lanabezerra@hotmail.com

 

Resumo

A histiocitose de células de Langerhans é representante de um raro grupo de síndromes histiocitárias, sendo caracterizada pela proliferação das células de Langerhans. Suas manifestações variam de lesão solitária a envolvimento multissistêmico, sendo o acometimento vulvar incomum. Segue-se o relato de caso refratário da doença limitada à pele, em mulher de 57 anos. A paciente apresentava história de pápulas eritematosas ulceradas em couro cabeludo, face, vulva, tronco e axila há seis anos. O diagnóstico da doença é difícil, sendo confirmado neste caso através de estudo imuno-histoquímico e se obteve resposta terapêutica e eficaz, com a administração de talidomida.

Palavras-chave: HISTIOCITOSE, HISTIOCITOSE DE CÉLULAS DE LANGERHANS, HISTIÓCITOS

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações