Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 86 Número S1




Voltar ao sumário

 

Caso Clínico

Piodermatite-pioestomatite vegetante: relato de caso e revisão de literatura

Pyodermatitis-pyostomatitis vegetans: case report and review of medical literarture


Dário Júnior de Freitas Rosa1, Maria Teresa Feital de Carvalho2, Maria Christina M. Nogueira Castañon3

1Médico Residente do Serviço de Dermatologia do Hospital Universitário da Universidade Federal de Juiz de Fora (HU – UFJF) – Juiz de Fora (MG), Brasil.
2Doutora em Dermatologia. Professora Adjunta do Departamento de Clínica Médica - Serviço de Dermatologia da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) Juiz de Fora (MG), Brasil.
3Doutora em Dermatologia. Professora Associada do Departamento de Morfologia da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) – Juiz de Fora (MG), Brasil.

Recebido em 17.09.2010. Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 05.10.2010. * Trabalho realizado no Hospital Universitário da Universidade Federal de Juiz de Fora (HU – UFJF) – Juiz de Fora (MG), Brasil. Conflito de interesse: Nenhum / Conflict of interest: None Suporte financeiro: Nenhum / Financial funding: None Como citar este artigo/How to cite this article: Matias FAT, Rosa DJF, Carvalho MTF, Castañon MCMN. Piodermatitepioestomatite vegetante: relato de caso e revisão de literatura. An Bras Dermatol. 2011;86(4 Supl 1):S137-40.

Correspondência:
ENDEREÇO PARA CORRESPONDÊNCIA / MAILING ADDRESS: Fernanda de Abreu Toledo Matias Av. Eugênio do Nascimento s/nº Bairro: Dom 36038 330 Bosco Juiz de Fora - MG E-mail: feabreumed@yahoo.com.br

 

Resumo

A piodermatite-pioestomatite vegetante é uma rara dermatose inflamatória de etiologia desconhecida, com típico comprometimento mucocutâneo. Relatamos caso de paciente feminina com lesões pustulosas e vesiculosas em axilas, evoluindo com placas vegetantes e pústulas com agrupamento anular. Houve progressão com comprometimento vulvar, inguinal e mucosas oral, nasal e ocular. Proposto o diagnóstico, optou-se por iniciar prednisona 40mg ao dia, com remissão das lesões após um mês de uso da medicação. A associação com doença inflamatória intestinal ocorre em 70% dos casos. A imunofluorescência é um fator que ajuda a caracterizar a doença, sendo tipicamente negativa. A rápida resposta à terapêutica com corticosteroides sistêmicos é esperada.

Palavras-chave: CORTICOSTERÓIDES, DERMATOPATIAS VESICULOBOLHOSAS, EOSINOFILIA

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações