Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

9

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

9

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 77 Número 5




Voltar ao sumário

 

Investigação

Estudo da variação do pH da pele humana exposta à formulação cosmética acrescida ou não das vitaminas A, E ou de ceramida, por metodologia não invasiva

Study of pH variation on the skin using cosmetic formulation s with and without vitamins A, E or ceramide: by a non-invasive method


GISLAINE RICCI LEONARDI1, LORENA RIGO GASPAR2, PATRÍCIA M. B. G. MAIA CAMPOS3

1Farmacêutica, Mestre e Doutora pela FCFRP-USP, Professora do Curso de Farmácia e Coordenadora do Curso de Especialização em Cosmetologia e Manipulação Magistral da Universidade Metodista de Piracicaba – UNIMEP
2Farmacêutica pela FCFRP-USP, Mestre e Doutoranda pela FCFRP-USP
3Farmacêutica pela FCFRP-USP, Mestre e Doutora pela FCF-USP e Professora de Cosmetologia da FCFRP-USP

Recebido em 31.08.2001. Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 16.04.2002. Trabalho realizado na Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo.

Correspondência:
Profa Dra. Gislaine Ricci Leonardi Rua Floriano Peixoto 1630 ap101 Piracicaba SP 13400 520 Tel.: (19) 3434-1537 "E-mail":grleonar@unimep.br

 

Resumo

*Fundamentos:* Os cosméticos hidratantes melhoram a pele, aproximando-a de suas condições ideais, pois aumentam a quantidade de água no estrato córneo. As vitaminas A e E, bem como as ceramidas, são substâncias ativas que vêm sendo muito empregadas em hidratantes, os quais constituem uma das mais importantes classes de produtos cosméticos e de higiene corporal. *Objetivo:* O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito no pH cutâneo da pele humana de uma emulsão O/A (constituída de base auto-emulsionante não iônica) acrescida, ou não, de vitamina A palmitato ou vitamina E acetato ou ceramida III, por metodologia não invasiva *Métodos:* O estudo foi realizado em 40 mulheres com idade entre 30 e 45 anos, empregando-se o equipamento Skin Phmeter PH 900 PC. As medidas foram efetuadas no antebraço das voluntárias nos tempos de sete e 30 dias após auto-aplicação diária (duas vezes ao dia), dos produtos envolvidos no estudo *Resultados e Conclusão:* A presença das vitaminas A ou E, ou da ceramida não alterou de maneira significativa o pH da pele, o que mostra que as formulações estudadas são adequadas para o uso cosmético.

Palavras-chave: LIPÍDIOS, VITAMINA A, VITAMINA E

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações