Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 86 Número S1




Voltar ao sumário

 

Caso Clínico

Balanite plasmocitária de Zoon: relato de dois casos tratados com pimecrolimo


Livia Delgado1, Hebert Roberto Clivati Brandt1, Damaris G. Ortolan1, Régia Celli Ribeiro Patriota2, Paulo Ricardo Criado3, Walter Belda Junior4

1Médico dermatologista. Departamento de Dermatologia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) – São Paulo (SP), Brasil.
2Mestre em dermatologia pelo Departamento de Dermatologia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP); médica da Divisão de Clínica Dermatológica do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HC-FMUSP) – São Paulo (SP), Brasil.
3Médico dermatologista, doutor em Ciências, área de concentração dermatologia pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) - Assistente da Divisão de Clínica Dermatológica e pesquisador do Laboratório de Investigação Médica, LIM 53, do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HC-FMUSP), responsável pelo Ambulatório de Vasculites do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HC-FMUSP) – São Paulo (SP), Brasil
4Doutor em dermatologia pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP); livre docente pela Divisão de Dermatologia da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) - Responsável pelo Departamento de Doenças Sexualmente Transmissíveis/AIDS da Sociedade Brasileira de Dermatologia; professor doutor do Departamento de Dermatologia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) – São Paulo (SP), Brasil

Recebido em 01.03.2011. Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 07.04.2011. * Trabalho realizado no: Ambulatório de Doenças Sexualmente Transmissíveis do Departamento de Dermatologia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) – São Paulo (SP), Brasil. Conflito de interesse: Nenhum Suporte financeiro: Nenhum Como citar este artigo: Delgado L, Brandt HR, Ortolan DG, Patriota RC, Criado PR, Belda Junior W. Balanite plasmocitária de Zoon: relato de dois casos tratados com pimecrolimo. An Bras Dermatol. 2011;86(4 Supl 1):S35-8.

Correspondência:
Livia Delgado Av. Dr. Enéas Carvalho de Aguiar, 255 - 3º andar São Paulo – SP CEP: 05403 000 E-mail: paralivi@hotmail.com

 

Resumo

Inicialmente, denominada "Balanoposthite chronique circonscrite benigne a plasmocytes", a balanite plasmocitária de Zoon é uma dermatose inflamatória crônica da glande e prepúcio afetando homens não circuncisados. As diferentes opções de tratamento para esta afecção apresentam frequentemente resultados parciais. Relatos têm demonstrado sucesso terapêutico, com o uso de tacrolimo tópico. Relatamos o uso de pimecrolimus, um homólogo de tacrolimo, com boa resposta. Dois doentes do sexo masculino, com diagnóstico de Balanite de Zoon confirmado através de biópsia, foram submetidos a um tratamento diário com pimecrolimus tópico a 1%, com importante melhora da doença após 6 semanas para o paciente, 1 e 8 semanas para o 2. Conclusão: O pimecrolimus em creme pode ser uma opção para o tratamento da doença.

Palavras-chave: BALANITES, CALCINEURINA, DOENÇAS UROGENITAIS MASCULINAS, RESULTADO DE TRATAMENTO

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações