Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 77 Número 5




Voltar ao sumário

 

Caso Clínico

Doença de Bowen na região perianal tratada com criocirurgia com nitrogênio líquido

Perianal Bowen''''s disease treated with liquid nitrogen cryosurgery


APARECIDA MACHADO DE MORAES1, SÍLVIA HELENA RODRIGUES LEITE2, MARIA LETÍCIA CINTRA3, ELIANE RAMIRES TERRAZAS4, ELEMIR MACEDO DE SOUZA5

1Prof. Assist. Doutor- Disc. Dermatologia – FCM-Unicamp.
2Residente da Disc. Dermatologia- FCM- Unicamp
3Prof. Assist. Doutor – Disc. Anatomia Patológica – FCM-Unicamp.
4Ex-estagiária Disc. Dermatologia – FCM-Unicamp.
5Livre Docente Disc. Dermatologia – FCM-Unicamp.

Recebido em 02.12.1999. Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 17.04.2002. Trabalho realizado na Disciplina de Dermatologia da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Campinas – FCM/ UNICAMP.

Correspondência:
Aparecida Machado de Moraes Rua General Osório, 1.980 apto. 71 - Cambuí Campinas SP 13010-112 Tel.: (19) 3255-3068 "E-mail":amoraes@unicamp.br

 

Resumo

Doença de Bowen designa carcinoma in situ cuja evolução é lenta e progressiva, geralmente assintomática. Na região perianal essa lesão é pouco freqüente, ocorrendo mais em indivíduos jovens. Quando acomete áreas que não sofreram exposição solar, outros fatores podem estar associados, como HPV, doenças inflamatórias ou neoplasias de cólon. A doença pode ser tratada com cirurgia convencional, criocirurgia ou terapia fotodinâmica. O objetivo é relatar um raro caso clínico da doença de Bowen, em paciente do sexo feminino, jovem, negra, que apresentava uma extensa lesão na região perianal com positividade para HPV. A paciente estava em tratamento para retocolite ulcerativa com suspeita de ter, associadamente, doença de Crohn. Foi tratada com criocirurgia e evoluiu com boa cicatrização do local, sem apresentar sinais de recidiva 34 meses após o tratamento.

Palavras-chave: DOENÇA DE BOWEN., CRIOCIRURGIA

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações