Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

6

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

6

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 86 Número 6




Voltar ao sumário

 

Caso Clínico

Edema agudo hemorrágico da infância: relato de três casos*

Acute hemorrhagic edema of infancy: report of three cases


Paulo Sergio Emerich1, Patricia Almeida Prebianchi2, Luciene Lage da Motta3, Elton Almeida Lucas4, Leonardo Mello Ferreira5

1Médico dermatologista - Preceptor de ensino e Responsável pela Clínica Dermatológica do Hospital Infantil Nossa Senhora da Glória (HINSG) – Vitória (ES), Brasil
2Médica Pediatra Infectologista do Hospital Infantil Nossa Senhora da Glória (HINSG) – Vitória (ES), Brasil.
3Médica patologista do Hospital Infantil Nossa Senhora da Glória (HINSG) – Vitória (ES), Brasil.
4Médico patologista - Professor adjunto IV de Patologia da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) – Vitória (ES), Brasil.
5Médico dermatologista da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) – Vitória (ES), Brasil.

Recebido em 04.09.2010. Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 12.09.2010. * Trabalho realizado no Hospital Infantil Nossa Senhora da Glória (HINSG) – Vitória (ES), Brasil. Conflito de interesse: Nenhum Suporte financeiro: Nenhum Como citar este artigo: Emerich PS, Prebianchi PA, Motta LL, Lucas EA, Ferreira LM. Edema agudo hemorrágico da infância - relato de três casos. An Bras Dermatol. 2011;86(6):1181-4.

Correspondência:
Patricia Almeida Prebianchi Alameda Mary Ubirajara s/n - Praia do Canto CEP 29.055-130 - Vitória /ES E-mail: patt.ap@bol.com.br

 

Resumo

O Edema Agudo Hemorrágico da Infância é uma vasculite leucocitoclástica pouco frequente, que ocorre, quase exclusivamente, em crianças entre 4 meses e 2 anos de idade. Caracteriza-se, clinicamente, pela tríade febre, lesões purpúricas na face, pavilhões auriculares e extremidades e edema. Embora os achados cutâneos sejam dramáticos e de surgimento rápido, o prognóstico é favorável, com resolução espontânea dentro de 1 a 3 semanas. Descrevem-se três casos cujos achados clínicos e histopatológicos são característicos de edema agudo hemorrágico da infância.

Palavras-chave: EDEMA, PÚRPURA DE SCHOENLEIN-HENOCH, VASCULITE

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações