Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 86 Número 6




Voltar ao sumário

 

Caso Clínico

Pênfigo vegetante induzido por uso de enalapril*

Pemphigus vegetans induced by use of enalapril*


André Ricardo Adriano1, Antonio Gomes Neto2, Gustavo R. Hamester3, Daniel H. Nunes4, Gabriella Di Giunta5

1Médico pós graduando em Dermatologia no Instituto de Dermatologia Prof. Rubem David Azulay da Santa Casa da Misericórdia do Rio de Janeiro (IDPRDA - SCMRJ) – Rio de Janeiro (RJ), Brasil.
2Médico dermatologista. Mestrando em dermatopatologia pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) – Campinas (SP), Brasil.
3Médico dermatologista (in memorian). Título de dermatologista pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) – Florianópolis (SC), Brasil.
4Médico dermatologista - Chefe da Residência de Dermatologia do Hospital Universitário da Universidade Federal de Santa Catarina (HU-UFSC) – Florianópolis (SC), Brasil.
5Médica patologista. Professora Adjunta do Departamento de Patologia da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) – Florianópolis (SC), Brasil.

Recebido em 25.07.2010. Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 29.08.2010. * Trabalho realizado no Hospital Universitário da Universidade Federal de Santa Catarina (HU-UFSC) – Florianópolis (SC), Brasil. Conflito de interesse: Nenhum Suporte financeiro: Nenhum Como citar este artigo: Adriano AR, Gomes Neto A, Hamester GR, Nunes DH, Di Giunta G. Pênfigo vegetante induzido por uso de enalapril. An Bras Dermatol. 2011;86(6):1197-200.

Correspondência:
André Ricardo Adriano Hospital Universitário Polydoro Ernani de São Thiago - Universidade Federal de Santa Catarina. Departamento de Dermatologia Rua Prof.ª Maria Flora Pausewang, s/nº Trindade - Caixa Postal 5199 CEP 88040-900 - Florianópolis – SC E-mail: andrehricardo@gmail.com

 

Resumo

Pênfigo Vegetante foi primeiramente descrito como uma variante do pênfigo vulgar, em 1876, por Neumann. Em 1889, Hallopeau descreveu um paciente com pústulas e placas vegetantes, e sugeriu ser uma variante do Pênfigo Vegetante de Neumann. Ambos os tipos de pênfigo vegetante são caracterizados pelo desenvolvimento de placas vegetantes, especialmente, em dobras (axila, inguinal, perianal). Os autores apresentam e discutem um caso de Pênfigo Vegetante com uma clínica incomum, com ausência de acometimento de mucosas e áreas de flexão, em paciente idosa, associado ao uso de enalapril como possível desencadeador. Diagnóstico clínico e histológico sugestivos de Pênfigo Vegetante tipo Hallopeau.

Palavras-chave: AUTO-IMUNIDADE, ENALAPRIL, PENFIGO

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações