Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 86 Número 6




Voltar ao sumário

 

Imagens em Dermatologia Tropical

Lesões molusco-símiles em paciente com esporotricose*

Molluscum-like lesions in a patient with sporotrichosis*


Regina Casz Schechtman1, Giselly Silva Neto De Crignis2, Mercedes Prates Pockstaller3, Luna Azulay-Abulafia4, Leonardo Pereira Quintella5, Márcia Belo6

1Doutora em dermatologia pela Universidade de Londres; coordenadora da pós-graduação em dermatologia e chefe do setor de micologia do Instituto de Dermatologia Professor Rubem David Azulay – Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro – Rio de Janeiro (RJ), Brasil.
2Especialista em clínica médica; pós-graduanda do Instituto de Dermatologia Professor Rubem David Azulay – Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro – Rio de Janeiro (RJ), Brasil.
3Mestre em dermatologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ); professora auxiliar do Instituto de Dermatologia Professor Rubem David Azulay – Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro – Rio de Janeiro (RJ), Brasil.
4Doutora em dermatologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ); professora adjunta da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) e do curso de pós-graduação do Instituto de Dermatologia Professor Rubem David Azulay – Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro – Rio de Janeiro (RJ), Brasil.
5Mestre em anatomia patológica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ); médico patologista do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho – Universidade Federal do Rio de Janeiro (HUCFF-UFRJ) – e do Instituto de Dermatologia Professor Rubem David Azulay – Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro – Rio de Janeiro (RJ), Brasil.
6Mestre em clínica médica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ); professora assistente de clínica médica da Universidade Gama Filho (UGF) e da Fundação Técnico-Educacional Souza Marques (FTESM) – Rio de Janeiro (RJ), Brasil.

Recebido em 11.04.2010. Aprovado pelo Conselho Editorial e aceito para publicação em 22.10.2010 . * Trabalho realizado no Instituto de Dermatologia Professor Rubem David Azulay – Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro – Rio de Janeiro (RJ), Brasil. Conflito de interesse: Nenhum Suporte financeiro: Nenhum Como citar este artigo: Schechtman RC, De Crignis GSN, Pockstaller MP, Azulay-Abulafia L, Quintella LP, Belo M. Lesões molusco-símiles em paciente com esporotricose. An Bras Dermatol. 2011;86(6):1217-9.

Correspondência:
Regina Casz Schechtman Rua Vonluntários da Pátria, 435 / 50 andar, Botafogo 22270-000 Rio de Janeiro, RJ Telefones: (21) 2527-2103 E-mail: regina.schechtman@gmail.com

 

Resumo

Esporotricose é uma infecção fúngica subcutânea, adquirida por inoculação direta, causada pelo Sporothrix schenckii. Embora a apresentação clássica linfocutânea represente a maioria dos casos, as formas clínicas atípicas e graves têm aumentado em ocorrência. Esporotricose sistêmica e esporotricose cutânea disseminada são variantes raras, usualmente associadas à imunodeficiência celular ou a estados debilitantes. Relatamos o primeiro caso na literatura de lesões molusco-símiles em esporotricose cutaneomucosa múltipla. Os exames micológico direto e histopatológico apresentavam-se ricos em células leveduriformes.

Palavras-chave: ESPOROTRICOSE, ITRACONAZOL, MICOSES, MOLUSCO CONTAGIOSO

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações