Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 86 Número 6




Voltar ao sumário

 

Imagens em Dermatologia Tropical

Paracoccidioidomicose cutânea disseminada e pulmonar em paciente portador de neoplasia maligna visceral*

Cutaneous and pulmonary paracoccidioidomycosis in a patient with a malignant visceral tumor *


Adriana Maria Porro1, Osmar Rotta2

1Doutorado. Professora adjunta do Departamento de Dermatologia da Escola Paulista de Medicina – Universidade Federal de São Paulo (EPM-Unifesp) – São Paulo (SP), Brasil.
2Doutorado. Professor associado e chefe do Departamento de Dermatologia da Escola Paulista de Medicina – Universidade Federal de São Paulo (EPM-Unifesp) – São Paulo (SP), Brasil

Recebido em 28.03.2010. Aprovado pelo Conselho Editorial e aceito para publicação em 21.09.2010 . * Trabalho realizado no Departamento de Dermatologia da Escola Paulista de Medicina – Universidade Federal de São Paulo (EPM-Unifesp) – São Paulo (SP), Brasil. Conflito de interesse: Nenhum Suporte financeiro: Nenhum Como citar este artigo: Porro AM, Rotta O. Paracoccidioidomicose cutânea disseminada e pulmonar em paciente portador de neoplasia maligna visceral. An Bras Dermatol. 2011;86(6):1220-1.

Correspondência:
Adriana Maria Porro Rua Tuim, 554 apto 221, Moema 04514-102 São Paulo, SP E-mail: adriana.porro@uol.com.br

 

Resumo

Paracoccidioidomicose é doença causada pelo fungo Paracoccidioides brasiliensis, caracterizada por quadro polimórfico e acometimento preferencial de pele, mucosas, pulmões, linfonodos, adrenais e sistema nervoso. De acordo com o local de inoculação e o estado imunológico do indivíduo, ocorrem as diversas formas da doença: tegumentar, linfonodular, visceral e mista. Relatamos caso de pacien- te com quadro de paracoccidioidomicose mista (tegumentar e pulmonar), com lesões cutâneas caracterizadas por pápulas e pústulas disseminadas e sintomas sistêmicos, possivelmente associada a imunossupressão causada por neoplasia maligna visceral.

Palavras-chave: CARCINOMA, HOSPEDEIRO IMUNOCOMPROMETIDO, NEOPLASIAS RENAIS, PARACOCCIDIOIDOMICOSE

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações