Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

9

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

9

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 86 Número 6




Voltar ao sumário

 

Síndrome em Questão

Você conhece esta síndrome?*

Do you know this syndrome?


Gleison Vieira Duarte1, Rosângela Cunha2

1Dermatologista. Mestrado em ciências da saúde na Universidade Federal da Bahia (UFBA) – Salvador (BA), Brasil
2Dermatologista em clínica privada – Salvador (BA), Brasil.

Recebido em 29.03.2011 Aprovado pelo Conselho Editorial e aceito para publicação em 24.05.2011. * Trabalho realizado em clínica privada – Salvador (BA), Brasil. Conflito de interesse: Nenhum / Conflict of interest: None Suporte financeiro: Nenhum / Financial funding: None Como citar este artigo: Duarte GV, Cunha R. Você conhece esta síndrome? Esteatocistoma múltiplo como parte da síndrome de paquioníquia congênita tipo 2. An Bras Dermatol. 2011;86(6):1222-32

Correspondência:
Gleison Vieira Duarte Rua Altino Serberto de Barros, 173, sala 901 41810-570 Salvador, BA E-mail: gleisonvduarte@yahoo.com.br

 

Resumo

A paquioníquia congênita é uma rara genodermatose da ceratinização, primeiramente descrita em 1906 por Jadassohn e Lewandowsky. Além de pouco conhecida, a variabilidade fenotípica e as formas oligossintomáticas dificultam o diagnóstico. Relatamos uma família com três gerações afetadas, até recentemente sem diagnóstico. A busca ativa por casos familiares em pacientes com quadro suspeito e a identificação de manifestações peculiares de seus subtipos, como esteatocistoma múltiplo, permitem diagnóstico clínico precoce. Além disso, oportunizam a orientação familiar e de prognóstico ao portador.

Palavras-chave: PACIENTES OLIGOSSINTOMÁTICOS, PAQUIONÍQUIA CONGÊNITA, QUERATINA-17, VARIAÇÃO (GENÉTICA)

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações