Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

27

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

27

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 87 Número 2




Voltar ao sumário

 

Caso Clínico

Recidiva Neural em hanseníase multibacilar após 6 anos de tratamento

Neural relapse in multibacillary leprosy 6 years after end of treatment *


Leandra Oliveira Teixeira1, Carlos Maximiliano Gaspar Carvalho Heil Silva1, Hélcio Takeshi Akamatsu1, Jaison Antônio Barreto2, Cleverson Teixeira Soares3

1Residente em Dermatologia do Instituto Lauro de Souza Lima (ILSL) - Bauru (SP), Brasil.
2Dermatologista, Doutor em Dermatologia pela Universidade de São Paulo, Chefe da Seção de Epidemiologia do Instituto Lauro de Souza Lima (ILSL) - Bauru (SP), Brasil.
3Patologista, Doutor em Patologia pela Universidade Estadual Paulista (Botucatu-SP), Chefe da Seção de Anatomia Patológica do Instituto Lauro de Souza Lima (ILSL) – Bauru (SP), Brasil.

Recebido em 03.03.2011. Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 15.06.2011. * Trabalho realizado no Instituto Lauro de Souza Lima (ILSL) – Bauru (SP), Brasil. Conflito de interesse: Nenhum Suporte financeiro: Nenhum Como citar este artigo: Teixeira LO, Silva CMGCH, Akamatsu HT, Barreto JA, Soares CT.Recidiva Neural em hanseníase multibacilar após 6 anos de tratamento. An Bras Dermatol. 2012;87(2):310-3.

Correspondência:
Leandra Oliveira Teixeira Instituto Lauro de Souza Lima Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros, km 225/226 CX POSTAL 3021 17039-800 Bauru, SP E-mail: oliteixeira@yahoo.com.br

 

Resumo

O presente artigo relata um caso de recidiva, com manifestação neural isolada, em paciente multibacilar previamente tratado com poliquimioterapia para multibacilar 24 doses. O paciente retorna ao serviço, seis anos depois do fim do tratamento, com dores em mãos e pernas. Na investigação, o acompanhamento da sorologia anti-glicolipídeo fenólico 1 demonstrou aumento importante dos níveis séricos, e foi aventada a hipótese de recidiva neural, já que o paciente não apresentava lesões cutâneas novas. Uma nova biópsia, em nervo ulnar direito, demonstrou baciloscopia de 2+, compatível com recidiva. Faz-se revisão da literatura sobre aspectos etiológicos, clínicos, propedêuticos e diagnósticos dessa situação tão pouco compreendida.

Palavras-chave: BIÓPSIA, HANSENÍASE DIMORFA, NERVO ULNAR, RECIDIVA, SOROLOGIA, TERAPIA COMBINADA

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações